Gremistas dividem opiniões sobre a possibilidade de Roger Machado treinar o Inter

Grêmio
Roger Machado - Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Sem técnico desde a saída de Guto Fereira, o Inter prega foco no total na reta final da Série B e não fala em outros nomes enquanto Odair Hellmann, auxiliar fixo do clube, comanda o time nas últimas três partidas do certame. Mas, nos bastidores, profissionais já são ventilados no clube e dois nomes surgem com mais força: Abel Braga e Roger Machado.

Multicampeão como jogador pelo Grêmio e treinador recente do tricolor gaúcho, Roger tem uma larga história no lado azul do Rio Grande do Sul e, se caso de fato vier assumir o Inter, trilharia um caminho parecido com o de Tite, atual técnico da seleção. Em 2001, Tite ganhou renome nacional ao vencer a Copa do Brasil pelo Grêmio, de onde saiu apenas em 2003. Em 2008, aceitou o convite do Inter e foi campeão da Sul-Americana.

Nesta segunda-feira, aliás, uma foto de Roger Machado ao lado do ex-dirigente colorado Fernando Carvalho causou furor na web e aumentou as especulações sobre uma eventual contratação. O próprio Carvalho teve de intervir e se pronunciar negando qualquer tipo de boato.

A Rádio Bandeirantes, por outro lado, informou que o Inter já fez contato com Roger e que encaminhou sua contratação para 2018 – o anúncio, segundo eles, seria feito após a concretização do acesso à Série A. Publicamente, a diretoria colorada não coloca nenhum nome em pauta e sequer traça perfil escolhido.

Depois de se destacar em 2015 e levar o Grêmio de forma surpreendete à Libertadores, Roger se valorizou e foi para o Atlético-MG neste ano, mas está sem clube desde que foi demitido ainda no início do Brasileirão. Antes, ajudou o Galo na conquista do Mineiro e levou o time até as oitavas de final da Libertadores. Sua queda foi entre os dois jogos contra o Jorge Wilstermann, da Bolívia, que avançou de fase e deixou o time mineiro pelo caminho.

Por meio das redes sociais, muitos gremistas estão se manifestando sobre a possibilidade de Roger passar a vestir vermelho. Selecionamos algumas opiniões:

 

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.