Após eliminação, craques do futebol prestam apoio à Buffon pelas redes sociais

Foto: Twitter

A não classificação da Itália para a Copa do Mundo de 2018, após o empate com a Suécia por 0 a 0, levou o goleiro Gianluigi Buffon às lágrimas.
Após a partida, o arqueiro anunciou sua aposentadoria da seleção italiana, depois de defender a mesma por vinte anos. Em meio ao drama de Buffon, craques do mundo do futebol demonstraram apoio ao goleiro pelas redes sociais.

Iker Casillas, goleiro campeão do mundo em 2010 e bicampeão europeu pela Espanha, foi um dos primeiros a mostrar seu apoio à Buffon pelas redes sociais. Em seu Twitter, o jogador do Porto escreveu:

Não gosto nada de ter ver assim! Quero te ver como até agora, como o que continuas a ser para muitos, uma lenda. Sou orgulhoso de te conhecer e orgulhoso de ter te enfrentado muitas vezes. Ainda tens que nos deleitar no futebol, amigo! És o número um

 

O também espanhol Sergio Ramos, zagueiro do Real Madrid e campeão do mundo em 2010, foi outro a manifestar seu apoio para Buffon pelo Twitter:

O mundo vai sentir sua falta. Ânimo amigo! Você é muito grande!

Franck Ribéry, vice-campeão do mundo pela França em 2006 e atualmente no Bayern de Munique, também demonstrou solidariedade ao goleiro italiano pelo Twitter:

Um oponente resistente, grande personagem e ídolo para cada jogador. Respeito pela sua carreira internacional

A Juventus, equipe italiana defendida por Buffon, também prestou apoio ao goleiro por meio do Twitter:

A torcida alvinegra abraça Buffon, orgulho de nossa nação e melhor goleiro do mundo.

Buffon tem 39 anos e disputou as copas de 1998, 2002, 2006, 2010 e 2014 como goleiro da Itália, conquistando o seu único título em 2006. Caso a Itália concretizasse sua classificação, seria a sexta copa do mundo da história de Buffon, feito jamais conseguido por qualquer jogador de futebol.



Um pequeno sonhador, futuro jornalista esportivo, admirador de esportes e amante do Santos Futebol Clube, FC Barcelona e San Antonio Spurs.