D’Ale se emociona e embarga a voz após acesso: “Ninguém sabe o que a gente sofreu”

Douglas
Foto: Ricardo Duarte/Inter

Ele nem poderia estar em campo nesta terça-feira contra o Oeste, já que estava suspenso pelo terceiro cartão amarelo, mas fez questão de acompanhar o grupo no decisivo jogo em Barueri. D’Alessandro, líder e capitão do Inter, viu das arquibancadas o time apenas empatar em 0x0 com o Oeste, em um resultado que foi suficiente para garantir o acesso matemático à Série A.

De volta ao Inter desde janeiro após um ano emprestado ao River Plate, D’Ale liderou o Inter dentro do desafio de voltar à elite do futebol brasileiro. E se emocionou ao recordar todo o desgastante processo nesse inédito caminho vivido pelo clube. Com a voz embargada, o argentino falou depois da partida em São Paulo.

“O Inter entrou na minha vida no momento certo. Eu tive a sorte de fazer parte de grandes grupos aqui dentro. Mas esse grupo merece. Esse grupo é diferente e especial. Temos que valorizar muitas coisas. Os caras que ficaram do ano passado para cá precisam ser valorizados. Poderiam ter saído, mas ficaram para reverter uma história ruim de 2016. Botaram a cara para bater. Jogadores que estavam em outros clubes e vieram ajudar. E eu voltei. Não tinha como não voltar ou dar as costas nesse momento. Minha família não queria sair de Porto Alegre. Ninguém sabe o que a gente sofreu”, disse o capitão.

Veja a fala de D’Ale exibida pelo Fox Sports:

Com o acesso já garantido, o Inter passa a pensar em 2018 e duas pendências surgem de forma mais imediata. Uma delas é a contratação do novo treinador, já que o time está sendo comandado pelo interino Odair Hellmann. A outra é a renovação de contrato do próprio capitão D’Alessandro, que tem vínculo até dezembro.

Antes de fechar a temporada, o Inter tem ainda dois jogos: Goiás, fora de casa, e Guarani, no Beira-Rio. Para ser campeão da Série B, precisará tirar quatro pontos do líder América-MG.

LEIA MAIS:

Como o presidente do Inter justificou a demissão de Guto

Renato reclama de jogo em Caxias: “É um absurdo o Grêmio não mandar na Arena”

De 10 para 10: Douglas elogia D’Ale e revela bonito gesto do argentino



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.