Cruzeiro confirma proposta do Palmeiras por Diogo Barbosa

Diogo Barbosa
Crédito da foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

A novela envolvendo o futuro do lateral esquerdo Diogo Barbosa ganhou um capítulo importante na tarde desta segunda-feira. O Palmeiras oficializou ao Cruzeiro uma proposta de 4 milhões de euros pela contratação do jogador de 25 anos.

Quem confirma é o próprio vice presidente de futebol da Raposa, Itair Machado. ”O Alexandre Mattos (diretor de futebol do Palmeiras) me ligou ontem (domingo) dizendo que ia formalizar a proposta pelo Diogo Barbosa. Por uma questão de respeito ele fez questão de avisar. O documento chegou hoje”, declarou Itair ao Superesportes.

Próximos passos

A oferta já está também nas mãos dos dirigentes do Coimbra, clube que pertence ao BMG e que detém a maior parte dos direitos de Diogo. Diante disso, a Raposa agora precisará decidir se irá ou não optar pela compra total do atleta, já que possui preferência na negociação.

Itair se mostra tranquilo quanto a investida palmeirense e garante que Diogo Barbosa não deixará Belo Horizonte.

O presidente Wagner (Pires de Sá) entrou em contato com o Gilvan dizendo que não tem interesse em negociar o jogador. Com isso, o Cruzeiro fica obrigado a comprar o percentual do jogador (mais 25%). Diante da proposta do Palmeiras, o Cruzeiro tem que decidir se compra ou não. E nós vamos comprar. O jogador vai ficar. Vamos fazer uma composição com os donos do percentual restante do Diogo para ficar com ele mais quatro anos”, explicou.

Como o valor para adquirir Diogo Barbosa em definitivo é considerado alto, a ideia dos mineiros é introduzir no acordo o percentual de alguns jogadores revelados na base.

Como o Cruzeiro não tem dinheiro para fazer a compra do Diogo Barbosa, a gente comporia o negócio com percentual desses jogadores. Essa é a minha proposta inicial. A outra possibilidade será encontrar um investidor interessado em comprar parte do Diogo Barbosa. Vamos segurar o jogador dessa forma“, finaliza.

LEIA MAIS:

TAFFAREL NEGA QUE RELIGIÃO SEJA OBSTÁCULO PARA NÃO IDA DE FÁBIO PARA SELEÇÃO