UFC 217 ganha terceira luta por cinturão. E pode envolver recorde

Divulgação/Site Oficial do UFC

O UFC não medirá esforços para fazer do UFC 217 um dos principais eventos do ano. A organização anunciou nesta semana nas redes sociais que Joanna Jedrzejczyk irá defender seu cinturão dos palhas contra a americana Rose Namajunas, dia 4 de novembro, no Madison Square Garden.

 

A polonesa gravou um vídeo para o Twitter da Fox Sports americana anunciando o combate, sua segunda visita ao MSG. A primeira foi no UFC 215, em 2016, no qual venceu a compatriota Karolina Kowalkiewicz.

“Olá pessoal, aqui é a ‘Joanna Champion’. Tenho ótimas notícias para vocês. Depois dos dias de loucura com o furacão Irma na Flórida, eu acertei para enfrentar Rose Namajuna no UFC em Nova York. Compre seus ingressos e seu pay-per-view e me apoie. Me veja igualar o recorde de defesas de Ronda Rousey”, disse Joanna.

A polonesa terá a chance de se igualar a Rousey caso vença Namajunas. Com cinco defesas seguidas bem sucedidas, Jedrzejczyk pode chegar às seis defesas de ‘Rowdy’ com uma vitória no UFC 217. Mas terá de enfrentar uma das lutadoras em ascensão na categoria dos palhas.

Vice-campeã do ‘The Ultimate Fighter 20’, que justamente lançou a categoria no Ultimate, ‘Thug Rose’ vem de vitória em cima de Michelle Waterson, em abril. No ranking peso-palha, a americana é a terceira colocada.

Além do duelo entre Joanna e Namajunas, o UFC 217 terá ainda Michael Bisping defendendo o cinturão dos médios contra Georges St-Pierre e Cody Garbrandt enfrentando T.J. Dillashaw pelo título dos galos.

LEIA MAIS

WOODLEY DIZ QUE DOS ANJOS TEM DE ‘LUTAR MAIS’ ANTES DE TENTAR CINTURÃO

(Crédito da foto: Divulgação/Site Oficial do UFC)