Mesmo com vida corrida de executiva, Renata Spallicci consegue realizar sonho de competir no Mundial de fisiculturismo e se torna exemplo para todos

Foto: Patrick Brito / MF Press Global
Renata Spallicci, que sofria bullying na infância e hoje é chamada de “Executiva Sarada” por seu corpo impecável, é um exemplo para todos que buscam realizar um sonho mesmo com a vida corrida. Com pouco tempo disponível por conta da sua profissão de diretora da Apsen Farmacêutica, a morena conseguiu dar um jeito e se preparou da melhor maneira possível para competir na WBFF, competição de fisiculturismo que envolve, além do shape do atleta, desfiles e apresentação e está vindo para o Brasil pela primeira vez em outubro.
Todo o esforço teve resultado. Na Top 5 das finalistas, a morena ainda por cima tornou-se embaixadora da competição. Para ela, é um sonho realizado. “Quando eu era criança tinha o sonho de ser modelo, atriz celebridade. Sempre gostei do palco, dos holofotes. Ao me tornar adolescente e depois um pouco mais adulta tomei muita portada na cara. Por causa da minha altura, perdi muitas oportunidades para ser modelo. O que me entristeceu muito. Hoje, aos 35 anos, consegui alcançar um sonho por meio de muito esforço. Coloquei a WBFF como prioridade e consegui fazer meu melhor, que no final do dia, é o que importa”, afirma a atleta profissional WBFF, executiva, blogueira, escritora, empreendedora e coach.
Foto: Patrick Brito / MF Press Global
Foto: Patrick Brito / MF Press Global
Foto: Patrick Brito / MF Press Global
Foto: Patrick Brito / MF Press Global
Foto: Patrick Brito / MF Press Global