Botafogo é eliminado da Libertadores, mas equipe não se abala

Crédito: Botafogo

O Botafogo era um dos times que entrou na Libertadores como um time medíocre, não apresentaria qualquer surpresas. Entretanto, a equipe montada por Jair Ventura chegou mais longe do que pensava: até às quartas de final, onde foi eliminado pelo Grêmio, na Arena do Grêmio, mas a queda na competição não atingiu o alvinegro.

O Glorioso fez partidas inesperadas. Eliminou equipes que estavam acostumadas com a situação e que foram campeões da América, mas isso foi feito com trabalho incansável de Jair Ventura, que chegou no clube em 2015 e no ano seguinte promovido treinador interino, e como fez ótimo trabalho se tornou técnico do clube. Com o time na mão, levou o carioca às quartas de final de uma Libertadores, com chances de título.

Mas, pela posição dos principais jogadores do elenco, o time não se abateu e fará de tudo para ir à competição em 2018.

RODRIGO PIMPÃO:

“Do tanto que a gente lutou, batalhou para chegar onde chegou, nós não merecíamos sair como saímos. Mas de cabeça erguida, é pensar no Brasileiro para conquistar a vaga novamente. Porque o Botafogo é clube para jogar a Libertadores, como nós vimos”

GATITO FERNÁNDEZ: 

“Todos não davam nada por nós, e chegamos até esta fase, vencendo adversários grandes, com histórias. A gente vinha fazendo um bom campeonato na Libertadores, mais uma vez o time mostrou que tem muita qualidade. Estamos tristes, mas orgulhosos do grupo. Temos que levantar a cabeça e continuar buscando o lugar mais alto no Brasileiro, e novamente no ano que vem poder estar na Libertadores”

VICTOR LUÍS: 

“Nosso objetivo é classificar novamente porque sabemos que podemos. A equipe tem que se fortalecer cada vez mais, mostrar nossa força e classificar de novo, pois é onde o Botafogo merece estar – destacou um emocionado lateral, que elogiou o plantel.”

JOÃO PAULO: 

“Fica o nosso pedido de desculpas ao torcedor, a gente também queria muito passar para a semifinal. Era muito possível, a gente enxergava isso. Mas já foi feito um trato no vestiário para buscar a Libertadores em 2018. É possível, estamos bem colocados e temos jogado bem.”

 

Gostou da matéria? Siga Carlos Antônio Mello – @caabmello

 

 



Estudante de jornalismo. 20 anos | Rio de Janeiro O esporte, principalmente, o futebol me inspiram a cada dia. Temos cada história! É isso que me faz escrever.