10 vexames do Corinthians nesses 107 anos de existência

O Corinthians viveu seu pior vexame em 2007 quando foi rebaixado para a série B do Brasileirão

Na última sexta-feira, dia 1º de setembro, o Sport Club Corinthians Paulista completou 107 anos de vida. Em toda sua história, o alvinegro já conseguiu grandes feitos como o título invicto da Libertadores, o Hexacampeonato Brasileiro e os títulos mundiais. Mas já protagonizou verdadeiros vexames dentro da relva esportiva.

LEIA MAIS
CHANCES DE TÍTULO DO CORINTHIANS CAEM APÓS ÊXITO DO GRÊMIO, MAS VANTAGEM AINDA É GRANDE
CORINTHIANS ATRELA REFORÇOS PARA 2018 A VENDAS; ARANA É O ‘FAVORITO’ A SAIR

A Libertadores invicta em cima do Boca Juniores em 2012. Ou talvez o título mundial em cima do Chelsea, no mesmo ano. Quem sabe ainda o primeiro título brasileiro em cima do rival São Paulo, em 1990. Para o torcedor do Corinthians há vários momentos marcantes de comemorações. Mas e os vexames? Para o corintiano, quais são os piores momentos do Timão? Pensando nisso, o Torcedores.com elaborou uma lista contendo 10 vexames do time nesses 107 anos de vida.

10. A eliminação para o River Plate na Libertadores e a invasão de campo no Pacaembu – 2006
O Corinthians havia se classificado em primeiro lugar no Grupo 4 e enfrentou o River Plate, segundo colocado no Grupo 8 nas oitavas de final da Libertadores. Na partida de ida, o Timão foi derrotado por 3 a 2 e só precisava vencer por 1 a 0 no Pacaembu para avançar. Nilmar abriu o placar no primeiro tempo, mas o River Plate virou para 3 a 1 na segunda etapa e a torcida do Corinthians invadiu o gramado, fazendo com que o arbitro do jogo terminasse o duelo aos 40 minutos da segundo tempo;

9. A goleada para o São Paulo e a queda de Passarela – 2005
O Corinthians de Carlitos Tévez, Roger e Carlos Alberto, recebeu o rival São Paulo, em jogo válido pelo primeiro turno do Brasileirão de 2005. O Timão havia sido eliminado da Copa do Brasil pelo Figueirense dias antes e queria dar uma resposta rápida ao seu torcedor. Mas faltou combinar com o time do Morumbi, que aplicou 5 a 1 no alvinegro em pleno Pacaembu. A goleada fez a diretoria demitir o técnico argentino Daniel Passarela;

8. A goleada para o Atlético Paranaense em pleno Pacamebu – 2004
Após a eliminação nas quartas de final da Copa do Brasil para o Vitória, o Timão, comandado por Oswaldo de Oliveira naquele momento, recebeu o Furacão no Pacaembu em busca da recuperação rápida na temporada. No entanto, errando muito, o Corinthians esbarrou em um Atlético inspiradíssimo, que o goleou por 5 a 0. Jadson, hoje meia do Timão, marcou três gols pelo Furacão no chocolate;

7. A eliminação do Campeonato Paulista ainda na primeira fase – 2014
O Corinthians estava no Grupo B no Campeonato Paulista de 2014, junto com Audax, Botafogo, Ituano e XV de Piracicaba. Os dois primeiros de cada grupo avançavam para as quartas de final. O Timão, em 15 rodadas, somou apenas 24 pontos, quatro a menos do que Botafogo e Ituano, terminando o Paulistão daquele ano em terceiro do seu grupo e fora da fase final;

6. A eliminação para o Guarani do Paraguai nas oitavas de final da Libertadores – 2015
O Corinthians fez a fase de grupos quase irretocável nas mãos de Tite. A equipe ficou em primeiro lugar no Grupo 2, que tinha San Lorenzo, São Paulo e Danubio. A equipe enfrentou nas oitavas o inexpressivo Guarani do Paraguai, time que o dirigente de futebol do Timão na época, Sérgio Janikian, chamou de “presente de Deus”. Após 2 a 0 para os paraguaios em Assunção, o Corinthians voltou a ser derrotado e foi eliminado;

5. A goleada sofrida para o desconhecido Cianorte no jogo de ida da Copa do Brasil – 2005
Na segunda fase da Copa do Brasil de 2005, o Corinthians enfrentou o desconhecido Cianorte, time do noroeste do Paraná. O time comandado por Daniel Passarela e que tinha craques como Carlitos Tévez e Roger, se vencesse por dois ou mais gols de diferença, eliminaria o jogo da volta. Mas quem venceu por dois ou mais gols foi o time local, que aplicou 3 a 0 no Timão, incluindo gol de bicicleta;

4. A goleada sofrida para o Juventude por 6 a 1 no Campeonato Brasileiro – 2003
O Corinthians foi até Caxias do Sul enfrentar o Juventude pelo Brasileirão de 2003. O time paulista não atravessava um bom momento na competição e foi goleado sem dó pelos donos da casa por 6 a 1. Jamelli fez o gol de honra para o Timão. Por causa da derrota sofrida, Geninho deixou o comando da equipe;

3. O “Pacotão Maldito” e o quase rebaixamento para a Série A2 do Campeonato Paulista – 2004
Depois de uma campanha ruim no Brasileirão de 2003, o Corinthians contratou 13 jogadores para o início da temporada do ano seguinte. O Timão apostou em promessas de técnica duvidosa e jogadores rodados para o Paulistão de 2004. O time fez péssima campanha no campeonato e após perder na última rodada para a Portuguesa Santista em pleno Pacaembu, foi salvo da queda graças ao São Paulo de Grafite, que marcou os dois gols da vitória por 2 a 1 contra o Juventus, resultado que rebaixou o time da Mooca;

2. A eliminação da pré-Libertadores da América para o Tolima – 2011
Após deixar escapar na reta final o título brasileiro de 2010, o Corinthians se classificou para a pré-Libertadores, onde ficou definido que enfrentaria o desconhecido Tolima, time colombiano. Como na partida de ida no Pacaembu, os dois times não saíram do zero, o time que era comandado por Tite e que tinha em seu elenco craques como Ronaldo Fenômeno e Roberto Carlos, precisava vencer para se classificar. Contudo, o Timão deu vexame e foi eliminado ao perder por 2 a 0 o jogo da volta;

1. O fatídico rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro – 2007
Em 2007, o Corinthians fez a pior campanha da sua história no Brasileirão de pontos corridos com 20 clubes. Jogando um futebol pífio, o time chegou até a 38ª rodada do campeonato precisando derrotar o Grêmio no estádio Olímpico para não cair para a série B. No entanto, o time paulista apenas ficou no 1 a 1 e foi rebaixado para a segunda divisão.



Adora esportes. Consegue achar qualidades em qualquer um deles, principalmente futebol, vôlei e MMA