Barcelona x Santos: Onde estão os jogadores santistas da derrota por 8×0?

Foto: Leandro Amaral/Divulgação Santos FC

Barcelona x Santos se enfrentaram em amistoso realizado no estádio do Camp Nou, há quatro anos, em agosto de 2013, como parte da negociação do atacante Neymar com o clube espanhol. Na ocasião, os santistas foram completamente humilhados e acabaram goleados por 8×0.

Você consegue se lembrar de todos os atletas do Peixe que fizeram parte daquela partida realizada em terras europeias? Os santistas pouco relaram na bola naquele confronto e os gols do Barcelona foram anotados Lionel Messi, Alexis Sánchez, Pedro, Fábregas (2), Dongou, Adriano e Léo (contra).

O Torcedores.com te ajuda a relembrar por onde andam os jogadores do time brasileiro que estavam presentes no encontro entre Barcelona x Santos, que terminou com a acachapante vitória espanhola por 8×0 e contou, inclusive, com a entrada de Neymar, revelado no alvinegro.

Relembre os jogadores do Peixe de Barcelona x Santos:

Aranha – O goleiro deixou o Santos em janeiro de 2015 após briga na justiça por conta de salários atrasados e atualmente é o dono da posição na Ponte Preta.

(Vladimir) – Outro goleiro do elenco, é um dos poucos remanescentes. Continua no banco de reservas, agora de Vanderlei, mas quando entrou, deu conta do recado com importantes defesas em jogos difíceis.

Rafael Galhardo – Teve rápidas passagens de empréstimo por Bahia e Grêmio, sendo posteriormente vendido ao Anderlecht, da Bélgica, por R$4,4 milhões. Ano passado, foi repatriado pelo Atlético-PR, mas sofreu com lesão no ligamento do joelho e, hoje, está próximo de um acerto com o Cruzeiro, porém ainda não assinou contrato.

(Cicinho) – Em junho de 2015, foi negociado com o Ludogorets, da Bulgária por cerca de R$3,1 milhões. No início desta temporada, o Corinthians demonstrou interesse e cogitou a contratação do lateral, porém o negócio não vingou e ele permanece no time europeu.

Edu Dracena – Assim como Aranha, deixou o Santos em janeiro de 2015, após acordo com a diretoria. Desde então, passou pelo Corinthians, onde foi campeão brasileiro e hoje está no Palmeiras.

Durval – O zagueiro quase não participou do amistoso, por estar próximo de um retorno ao Sport, porém preferiu ficar no Santos até o fim de 2013. Encerrado o contrato, no início de 2014, ele acertou a volta ao clube pernambucano, onde havia sido ídolo.

(Gustavo Henrique) – Mais um remanescente. O zagueiro sempre esteve no Santos e ganhou a posição de titular no ano passado, quando vinha muito bem, porém sofreu lesão no ligamento do joelho. Quase recuperado, está próximo de um retorno aos gramados.

Léo – Ídolo da equipe da Vila Belmiro, o lateral esquerdo se aposentou em abril de 2014. No ano seguinte, voltou como estagiário, assumindo funções administrativas.

(Mena) – Outro quem deixou o Santos no começo de 2015 por conta de dívidas salariais. O lateral esquerdo, com passagem pela seleção do Chile, foi para o Cruzeiro, depois acabou sendo emprestado ao São Paulo e hoje é um dos destaques do Sport comandado por Vanderlei Luxemburgo.

Arouca – Era um dos melhores jogadores do Peixe, mas também saiu do clube na justiça, o que causou irritação da torcida e dos dirigentes. Para piorar, acertou transferência para o Palmeiras, onde está até hoje, mas sofreu com lesões e nunca rendeu o mesmo de antes com a camisa alvinegra.

(Alan Santos) – Rescindiu contrato com o Santos em janeiro de 2015. Antes, teve algumas oportunidades, sendo sondado pela equipe B do Real Madrid. Atualmente está no Coritiba.

Cícero – O meio campista se transferiu para o Fluminense em maio de 2014, ainda tendo sido emprestado ao Al-Gharafa, do Catar, e retornado ao tricolor carioca. Hoje, está no São Paulo, mas não recebe muitas oportunidades.

Leandrinho – Foi negociado com o Rio Ave, de Portugal, no meio do ano passado. O Santos não recebeu nada pela negociação, porém ficou com 50% em caso de uma possível venda no futuro.

(Léo Cittadini) – Assim como Vladimir e Gustavo Henrique, continua no elenco santista até hoje. No entanto, ganhou função diferente, muitas vezes atuando mais como um volante do que um meia armador. Teve rápida passagem por empréstimo na Ponte Preta.

Montillo – O camisa 10 daquela ocasião acertou sua ida ao Shandong Luneng, da China, em janeiro de 2014. Retornou ao Botafogo na atual temporada com status de grande contratação, mas as lesões o atrapalharam e o argentino encerrou a carreira precocemente aos 33 anos.

(Pedro Castro) – Uma das revelações do Peixe na época, nunca se firmou entre os profissionais. Passou por Espanyol, Paraná, Santa Cruz, Botafogo-PB e Tombense, antes de chegar ao Avaí, clube que defende atualmente.

Neilton – Era apontado por muitos como o “Novo Neymar”, principalmente pelo estilo de jogo e corte no cabelo. No entanto, polêmicas sobre a renovação contratual o fizeram deixar o alvinegro no meio de 2014. Ele ainda passou por Cruzeiro, Botafogo, São Paulo e, hoje, joga pelo Vitória.

(Giva) – Mais uma promessa santista que não conseguiu vingar, mesmo tendo sido sondado pelo Barcelona. Desde que deixou a Vila Belmiro no fim de 2014, ainda passou por Coritiba, Llagostera (terceira divisão espanhola), Água Santa, Ponte Preta, Joinville e Náutico.

(Victor Andrade) – Bem como Neilton, era apontado por muitos como o sucesso de Neymar, mas nunca conseguiu repetir os feitos do craque. Saiu do Santos em clima amigável ao fim de seu contrato em 2014 e o clube não recebeu um centavo sequer em negociação. Atuou também por Benfica, Vitória de Guimarães e 1860 München.

Thiago Ribeiro – Retornou à equipe na atual temporada. Passou por um período difícil na carreira quando teve depressão. Ficou marcado pela torcida santista por conta do gol diante do Vitória que “salvou” o Palmeiras do rebaixamento em 2014. Teve passagens por Atlético-MG e Bahia, enquanto agora costuma ser utilizado por Levir Culpi no Santos.

(Willian José) – Bastante criticado, o atacante se transferiu para o time B do Real Madrid, onde se destacou e acabou emprestado para o Real Zaragoza, no qual fez ótima temporada, passando também pelo Las Palmas até ser comprado, em definitivo, pelo Real Sociedad, clube em que está atualmente e é um dos principais nomes.

(Gabigol) – Ainda jovem, o atacante ganhou maiores oportunidades, tornando-se um dos destaques do Santos nos anos seguintes. Foi vendido à Inter de Milão por, aproximadamente, R$91 milhões, em agosto do ano passado. O atacante, no entanto, não recebeu muitas oportunidades em sua primeira temporada na Europa.

Claudinei Oliveira – Então treinador do Peixe, Claudinei não permaneceu no clube em 2014, pois para seu lugar foi contratado Oswaldo de Oliveira. Comandou o Goiás, Paraná, Atlético-PR, Vitória e atualmente está no Avaí, lutando para fugir do rebaixamento do Brasileirão.

LEIA MAIS:
OPINIÃO: QUEM COM FERRO FERE, COM FERRO SERÁ FERIDO. A RELAÇÃO NEYMAR E BARCELONA
ENTENDA DE ONDE VEM OS € 222 MILHÕES QUE LEVARÃO NEYMAR PARA O PSG