Em dia repleto de notas altas, três brazucas avançam no WCT

Stuart Kennedy solta um dos melhores aéreos do dia - Photo Kelly Cestari Photography

Destaques do dia foram Gabriel Medina, John John Florence e Ítalo Ferreira

Começou, na madrugada deste sábado, a 6ª etapa do WCT, que acontece em Jeffreys Bay, na África do Sul.

No primeiro dia de ação, foram realizadas as 12 baterias do 1º round, que não é eliminatório. Os vencedores avançaram diretamente para o round 3 e os perdedores disputam uma repescagem.

Com muitas notas acima dos 8 em quase todas as baterias e recheado de 9s, foi um dos melhores dias do ano em uma etapa do WCT.

O maior pontuador do dia foi J.J. Florence (HAW), com incríveis 19,37 de 20 possíveis, ele não deu chances para Dale Staples (ZAF) e Ian Gouveia (BRA) na 6ª bateria.

Na sequência vem Gabriel Medina. O prodígio de Maresias anotou um 9.93 e somou 18.83, deixando para trás Stuart Kennedy (AUS) e Caio Ibelli na 10ª bateria. O Australiano, por sinal, soltou um dos aéreos mais bonitos do dia.

Round a Round

Logo na 1ª bateria já tivemos uma pequena demonstração do que viria a seguir. Muito disputada até os últimos segundos, Joel Parkinson (AUS) foi melhor e bateu os brasileiros Wiggolly Dantas e Miguel Pupo.

Já na 2ª bateria, Josh Kerr conseguiu um tubo longo e profundo, anotando 9 pontos, mas não conseguiu outra nota suficiente, e viu Bede Durbidge (AUS) levar a bateria.

Na 3ª bateria, Adriano de Souza (BRA) teve vitória apertada sobre Frederico Morais (PRT) e Jadson André (BRA). Situação bem diferente de Jeremy Flores (FRA) que, na 4ª bateria venceu com folga o atual líder Matt Wilkinson (AUS) com uma nota 9.17

Outro que teve uma vitória “tranquila” foi Conner Coffin (USA). Com um 9.37 e soma de 17.04, não teve grandes dificuldade para avançar, jogando o anfitrião Jordy Smith para a repescagem.

Ítalo Ferreira conseguiu despachar, na 7ª bateria, Leonardo Fioravanti (ITA) e Kolohe Andino (USA). Já Kelly Slater (USA) passou apertado por Julian Wilson (AUS) na 8ª bateria, mesmo anotando um 9.10.

Para completar o dia, o atual campeão em J-Bay, Mick Fannig (AUS), passou por cima de Sebastian Zietz (HAW) e Joan Duru (FRA) com 17.23, e Michel Bourez (PYF) acabou derrotando Filipe Toledo (BRA), por 1.50, na 12ª bateria.

A próxima chamada está marcada para o dia 16 de julho às 2:15 da manhã (horário de Brasília)



Vinícius Dalto Ribeiro é publicitário formado pela Faculdade de Comunicação Social (Publicidade e Propaganda) da Universidade Paulista, em setembro de 2008. Começou a trabalhar em 2003, ainda com 16 anos, na M&A Editora, atuando como auxiliar de escritório, lá permanecendo até meados de 2005. No ano seguinte, foi contratado pelo Portal Comunique-se, para auxiliar na implantação da Unidade de Relacionamento (URA) com os clientes da empresa. No mesmo ano, foi para a empresa de tecnologia Palm, como promotor de vendas, função que exerceu até o início de 2007, quando decidiu investir em uma experiência internacional. Foi para a Austrália, onde trabalhou em restaurantes como auxiliar e, posteriormente, chefe de cozinha. Pouco após o retorno ao Brasil, em março de 2008, passou a se dedicar à abertura do próprio negócio, a EOS Viagens e Turismo. Desligou-se da sociedade no início de 2011. Desde maio de 2011, está trabalhando na Jornalistas Editora, onde atua como diretor comercial. Em 2013 deu início ao projeto Na Prancheta, um blog de notícias na área esportiva que aborda esportes não tradicionais aos olhos dos brasileiros. Em parceria com Sérgio Bertarelli e Eduardo Molina, manteve, durante 3 anos, um programa na rádio Mega Brasil e também na webtv Alltv.