Rui Costa admite novos reforços a Chapecoense e comenta negociações

Rui Costa
Foto: Sirli Freitas

A Chapecoense venceu o São Paulo neste domingo (16) por 2 a 0 na Arena Condá. Após o termino da partida, o diretor executivo da equipe, Rui Costa, falou com a imprensa sobre a chegada de novos reforços a Chapecoense e as futuras negociações. Aqui no Torcedores.com, você fica por dentro de tudo que acontece com a Chapecoense.

Após fechar o jejum de 7 jogos sem vitória, Rui Costa se sentiu mais tranquilo para falar com os jornalistas. Em entrevista falou sobre a chegada de dois estrangeiros a equipe, e a situação de Leandro Pereira, Marquinhos, Roberto e Júlio Cesar.

LEIA MAIS
VEJA COMO FOI A ESTREIA DE ROSSI NO FUTEBOL CHINÊS
VEJA! ROSSI AGRADECE AS TORCEDORES E CHAPECOENSE EM REDE SOCIAL
CHAPECOENSE 2X0 SÃO PAULO: ASSISTA AOS GOLS DA PARTIDA

Sobre Pinilla, Guerreiro e Roberto o diretor disse que eles já estão integrados no processo da Chapecoense e somente faltam alguns detalhes para confirmar a contratação. Sobre os jogadores, Rui falou que “É importante que tenhamos essas peças para composição da equipe e elas estão chegando dentro daquilo que tínhamos planejado”.

Há menos de uma semana, o atacante Rossi deixou a Chapecoense rumo à China. Perguntado sobre o assédio aos jogadores do elenco, Rui Costa comentou que é possível a transferência e complementou que a saída de Rossi não foi fácil. “Esse risco existe, quando as janelas internacionais estiverem abertas, até pela característica de formação do nosso grupo e até pelo sucesso que esses atletas tiveram neste período. Mas acredito que belo ambiente que foi construído, o que representa jogar na Chapecoense.” E reforça que “Os atletas para saírem daqui, terão que ter propostas feitas ao Rossi – por exemplo, que é um contrato que é a independência financeira dele e talvez das suas próximas gerações”, afirma.

Diante de que LEANDRO PEREIRA ter sido reprovado nos exames médicos, Rui Costa ressaltou a importância do jogador, por ter uma identificação e aproximação com os torcedores da Chapecoense e com o clube. Segundo ele, “Fez muio esforço {Leandro Pereira} para estar aqui, junto com seus procuradores. E lamentavelmente fizemos todos os protocolos e foi diagnosticada uma lesão que impede que ele exerça a atividade profissional imediatamente e nem a médio prazo.” O diretor complementa que devido a urgência do clube em novos reforços, a negociação com Leandro declinou.

Sobre o atacante Júlio Cesar, ex-Oeste, Rui Costa comentou que o atacante já está bem encaminhado e dentro de pouco tempo será oficializado no BID. O meia atacante Marquinhos, que está no Sport Recife e pertence ao Internacional. O diretor disse que tanto a Chapecoense quanto a equipe pernambucana entraram em um acordo, mas devido ao Internacional ser o dono do jogador, ainda há conversas. Ele comenta que também tem um impasse – o salário do jogador é muito alto, pelo teto que a Chapecoense pode pagar- e que nenhuma loucura para contratar novos reforços será feita.

Gostou? Para acompanhar todas as notícias da Chapecoense, curta no Facebook: Eu amo a Chape e confira as principais notícias sobre o Verdão do Oeste

 

 

 

 

 

 



Jornalista em formação pela FAPCOM. Setorista da Chapecoense no Torcedores.com. Fã de automobilismo