Santos leva quase um mês e meio para voltar a conseguir repetir time titular

Santos leva quase um mês e meio para conseguir repetir time titular
Foto: Ivan Storti/ Santos FC

No início da trajetória como técnico do Santos, Levir Culpi conseguiu repetir a escalação titular nos dois primeiros jogos. Em se tratando do Peixe em 2017, o feito acaba se tornando uma façanha. Afinal, era algo que já não acontecia há quase um mês e meio. Mais precisamente, 43 dias ou 11 jogos.

Na ocasião, o então técnico Dorival Júnior usou a mesma formação para vencer Paysandu e Santa Fe (COL), por 1 a 0 e 3 a 2, pela Copa do Brasil e pela Libertadores, nos dias 26 de abril e 4 de maio, respectivamente.

LEIA MAIS:
VISÃO DA ARQUIBANCADA: TORCIDA DO SANTOS “DETESTOU” LEVIR EM UM ASPECTO
MESMO SEM TITULARIDADE ABSOLUTA, KAYKE SE TORNA ARTILHEIRO SANTISTA EM 2017
OPINIÃO: VILA BELMIRO NÃO LOTAR PARA SANTOS X PALMEIRAS É UMA VERGONHA
APÓS “QUASE” INVASÃO DE TORCIDA ADVERSÁRIA, ELANO TEM COLETIVA INTERROMPIDA

Dessa vez, o time que entrou em campo era formado por: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Matheus Ribeiro; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Vitor Bueno, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira. Em relação à repetição feita nas últimas partidas por Levir, há três mudanças.

Para vencer o Palmeiras por 1 a 0 na última quarta (14) e ficar no empate sem gols com a Ponte Preta no sábado (17), o seguinte time foi a campo: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Bruno Henrique, Copete e Kayke.

A façanha de repetir a escalação em dois jogos seguidos é melhor compreendida quando se nota que, antes de enfrentar o Paysandu e o Santa Fe, o Santos só conseguiu usar os mesmos 11 duas vezes em sequência na primeira quinzena de fevereiro, contra Red Bull Brasil e São Paulo pelo Paulistão.

Lesões viram rotina e atrapalham sequência de “time ideal”

Desde o começo da temporada, o Santos tem sofrido com lesões no elenco. No momento, o clube praiano contra com dez atletas entregues ao departamento médico. Entre eles, nomes importantes como Ricardo Oliveira e Zeca. Ainda, há outros que ainda nem conseguiram ficar à disposição em 2017.

Dupla de zaga titular no ano passado, Gustavo Henrique e Luiz Felipe romperam os ligamentos do joelho e ainda seguem desfalcando o clube praiano. O último já estava 100% recuperado da cirurgia, mas lesionou o fêmur da perna direita e precisou voltar ao Cepraf para tratamento.

LEIA TAMBÉM:
APÓS DESFALCAR SELEÇÃO ITALIANA, MENINO DA VILA IRÁ TRATAR LESÃO NO SANTOS
JEITO BRINCALHÃO DE LEVIR JÁ FEZ VOLANTE SANTISTA “REBATÊ-LO” POR “SER GROSSO”
RENATA FAN SE RETRATA PELA PRIMEIRA VEZ APÓS POLÊMICA COM TORCIDA SANTISTA
ORGANIZADA SANTISTA PLANEJA BOICOTE A TVS POR “DESRESPEITO” AO CLUBE; VEJA

Gostou? Para acompanhar todas as publicações do seu autor, curta sua página no Facebook e siga-o no Twitter.



Jornalista formado pelo Mackenzie (SP) e pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Multimídias pela Anhembi Morumbi (SP). Apaixonado por esportes desde 1994. Especialista de Santos e Futebol Inglês no Torcedores.com. Contato: fernando.amaral.pba@hotmail.com