Relembre os maiores goleadores de todas as edições da Copa das Confederações

Copa das Confederações
Crédito da foto: Divulgação

A Copa das Confederações começa neste final de semana com a partida entre Rússia x Nova Zelândia. De todas as seleções que disputam a competição em 2017, apenas o México já teve o artilheiro de alguma edição do torneio.

Nas últimas três edições do evento, a Seleção Brasileira conquistou o título e também teve o artilheiro do torneio. Na disputa em solo brasileiro, em 2013, Fred empatou com o espanhol Fernando Torres no topo da artilharia, com cinco gols marcados.

LEIA MAIS
Análise Copa das Confederações: quais seleções podem surpreender?

Opinião: o que esperar do time B da Alemanha na Copa das Confederações

Em 2009, na África do Sul, Luís Fabiano foi o artilheiro e em 2005, Adriano foi o maior goleador na Copa das Confederações da Alemanha, ambos também com cinco gols marcados.

Apenas na edição de 1995, quando o torneio ainda se chamava Copa Intercontinental de Campeões, o artilheiro não atuava na equipe campeã. Naquele ano, a Dinamarca ficou o título disputado na Arábia Saudita mas o maior goleador foi o mexicano Luis Garcia, com quatro gols marcados; apenas seis equipes participaram do torneio naquela oportunidade.

Dois anos antes, na primeira edição do evento, com apenas quatro seleções participantes, a Argentina ficou com o título. O atacante Gabriel Batistuta e o norte-americano Bruce Murray foram os goleadores, com dois gols marcados.

Em 1997, na última vez que a competição aconteceu na Arábia Saudita, Romário anotou sete gols e ainda é o recordista de gols marcados em uma só edição do torneio.

Em 1999, na conquista do México, Blanco anotou seis gols jogando em casa e empatou no topo da artilharia com o vice-campeão Ronaldinho Gaúcho e com o saudita Al Otaibi.

Em 2001, no torneio disputado na Coreia do Sul e no Japão, sete jogadores dividiram a artilharia com apenas dois gols marcados, sendo quatro franceses, campeões do torneio pela primeira vez.

Dois anos depois, Thierry Henry marcou cinco vezes na conquista do bi-campeonato francês, desta vez jogando em casa.