Promotoria croata abre investigações contra Modric, do Real Madrid, diz jornal

Foto: Reprodução/Facebook Luka Modric

O meio campista Luka Modric, um dos grandes nomes do Real Madrid ao longo das últimas temporadas, está sendo investigado pela Promotoria da Croácia devido a suposto falso testemunho em depoimento da última terça-feira (13) do julgamento por corrupção de Zdravko Mamic, ex-técnico do Dínamo Zagreb. As informações são do jornal croata Vecernji list.

De acordo com a Promotoria, Modric teria dado versão diferente de seu depoimento em relação às explicações fornecidas durante investigações em 2015, tendo alterado detalhes referentes à datas e modalidades dos contratos assinados por Mamic para conseguir beneficiar o antigo comandante.

LEIA MAIS:
“FAMÍLIA DO DONNARUMMA FOI AMEAÇADA DE MORTE”, DIZ EMPRESÁRIO
MERCADO DA BOLA EUROPEU: BARCELONA MIRA WILLIAN JOSÉ, DA REAL SOCIEDAD, SEGUNDO JORNAL

A pena para quem comete crime de falso testemunho, como o qual Modric está sendo investigado, é de até cinco anos na Croácia. Zdravko Mamic é acusado, junto com outras três pessoas, de desviar cerca de 15 milhões de euros em transferências de jogadores para clubes estrangeiros, e também sonegar 1,5 milhão de euros em impostos.

Uma das transferências investigadas foi a de Modric, que foi negociado do Dínamo Zagreb para o Tottenham, da Inglaterra, pela quantia de 23 milhões de euros, dos quais sete milhões teriam ficado com o treinador. O meio campista croata detinha 50% dos direitos da transferência, mas parte do dinheiro teria parado nas mãos de Zdravko.

Depois da divulgação das notícias envolvendo o jogador do Real Madrid, torcedores do Dínamo Zagreb, na região da Dalmácia, na Croácia, demonstraram irritação com o atleta por conta do apoio dado ao ex-treinador e picharam muros com palavras como “caixa eletrônico” e “fantoche de Mamic”.