Surpresa no clássico, lateral que parou Vinicius Junior aprova estreia no Fla-Flu

Crédito da imagem: Nelson Perez / Fluminense F.C.

O lateral Matheus Mascarenhas fez o primeiro jogo como profissional do Fluminense no domingo (18) no clássico Fla-Flu em pleno Maracanã.

“O Professor Abel [Braga, técnico] me deu oportunidade de começar jogando e dei o meu melhor até onde pude. O ritmo da base é um pouco diferente do que o profissional, mas acho que eu consegui ajudar a equipe da melhor forma possível”, declarou Mascarenhas após o empate em 2 a 2. Ele sentiu cãimbras e foi substituído no 2º tempo por Léo.

LEIA MAIS:
Pretendido pelo Palmeiras, Richarlison completa sete jogos no Brasileirão
Mercado da bola: Fluminense confirma venda de meia-atacante ao Estoril

Titular logo na estreia como profissional, Mascarenhas tinha a missão de marcar Vinicius Junior. A estratégia deu certo: a revelação do Flamengo criou algumas jogadas mas não fez o gol e saiu no intervalo. Ao ser questionado na coletiva após o jogo, o técnico do Fluminense soltou até palavrão ao explicar a entrada do jovem lateral no clássico.

O Fluminense volta a campo na quarta (21), quando encara o Avaí no Estádio da Ressacada, em Florianópolis, às 21h45 (de Brasília).

FICHA TÉCNICA – Fluminense 2 x 2 Flamengo
Local: Estádio Mario Filho, Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Arbitragem: Vinicius Gonçalves Dias Araújo, Rogério Zanardo e Herman Vani
Público e renda: 37.962 (33.112 pagantes) / R$ 1.496.460
Cartões amarelos: Berrío, Cuellar, Rodinei, Conca, Trauco, Guerrero (FLA), Mateus Norton (FLU)
Gols: Wendel 36’/1ºT (1-0), Diego 9’/2ºT (1-1), Henrique Dourado 36’/2ºT (2-1), Trauco 49’/2ºT (2-2).
FLUMINENSE: Júlio César, Lucas, Henrique, Reginaldo e Mascarenhas (Léo 28’/2ºT); Wendel (Mateus Norton 28’/2ºT), Orejuela (Nogueira 43’/2ºT), Marquinhos Calazans e Gustavo Scarpa; Richarlison e Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga.
FLAMENGO: Thiago, Rodinei, Réver, Juan e Trauco; Márcio Araújo (William Arão, intervalo), Cuéllar (Conca 37’/2ºT) e Diego; Everton, Vinicius Jr. (Berrío, intervalo) e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.