Especulado em Palmeiras e Corinthians em 2017, Gabigol fala sobre futuro na Inter

Especulado em Palmeiras e Corinthians, Gabigol diz que seu futuro é na Inter de Milao (Foto: Reprodução/Facebook oficial de Gabigol)

O início no futebol europeu foi frustrante para Gabigol. Contratado por mais de R$ 100 milhões pela Inter de Milão após conquistar o inédito ouro olímpico com a seleção brasileira em agosto de 2016, o atacante teve poucas oportunidades na equipe italiana na última temporada. Depois de ser chamado de ‘Gabighost’ e ser considerado como uma das cinco piores contratações da Itália na temporada, o futuro de Gabigol começou a ser questionado. O jogador já teve seu nome especulado em Corinthians, Palmeiras e, mais recentemente, Las Palmas.

LEIA MAIS
A jornal italiano, Felipe Melo defende Gabigol: ‘Não podem fazer igual ao Coutinho’
Loco Abreu acerta com time chileno e entra para o Guinness

“Falaram que eu ia para vários times. No momento, eu sou jogador da Inter, jogo na Itália e estou no Brasil curtindo as férias. Falam muitas coisas que não são verdade. A verdade é que eu estou muito feliz, estou de férias, estou em Santos, na minha casa. Espero logo voltar para a Itália para trabalhar bastante”, afirmou o jogador em entrevista após um jogo beneficente no estádio da Portuguesa Santista na última sexta-feira.

O brasileiro também falou das poucas oportunidades que recebeu em seu primeiro ano de Inter e considera que os compromissos com a seleção brasileira em 2016 atrapalharam sua adaptação ao futebol europeu.

“O primeiro ano sempre é muito difícil. Quando cheguei, senti um pouco de dificuldade. Estava vindo de vários campeonatos. A intensidade lá é muito diferente. Vim da Olimpíada, da Copa América… Não tive férias. Tive só uma semana de descanso depois da Olimpíada. O começo é muito difícil, os primeiros dois meses. Depois me adaptei, aprendi bastante, ainda estou aprendendo. Agora é trabalhar, se tiver oportunidade. Não veio neste ano, mas espero que, na próxima temporada, eu tenha oportunidades para ser como sempre fui”, avaliou Gabigol.

O atacante brincou dizendo que é chato até em casa quando não está jogando e deixou uma dúvida quanto a seu futuro no ar, apesar de ter enfatizado várias vezes que é jogador da Inter.

“Não foi como eu esperava nesse começo. Esperava ter mais oportunidades. Acho que tenho trabalhado bastante, acho que tenho entendido o futebol italiano, que é muito diferente. Mas acho que vamos ver, vamos decidir (o futuro) ainda. Quero jogar. Sem jogar, sou muito chato – até dentro de casa. Então, espero decidir logo isso aí. Até agora, vou ficar na Inter. Então, é curtir o finalzinho das férias. Estou muito contente, em um grande clube, estou muito feliz. É meu primeiro ano, é sempre muito difícil. Espero no próximo ano ter mais oportunidades com o meu trabalho”, disse Gabigol.