Agora no Flamengo, veja o que Conca falou sobre reencontro com o Fluminense

Crédito da imagem: Gilvan de Souza / Flamengo

Ídolo da torcida do Fluminense, Conca enfrentou o ex-clube no último domingo (18). O clássico Fla-Flu terminou 2 a 2.

“Estou feliz por estar jogando no Flamengo, onde me receberam muito bem. Prefiro focar na minha carreira, ficar tranquilo e fazer meu trabalho no clube que confiou tanto em mim, na torcida que nos apoia e merece respeito”, declarou Conca ao ser questionado sobre o reencontro com o Fluminense.

LEIA MAIS:
Surpresa no clássico, lateral que parou Vinicius Junior aprova estreia no Fla-Flu
Pretendido pelo Palmeiras, Richarlison completa sete jogos no Brasileirão
Mercado da bola: Fluminense confirma venda de meia-atacante ao Estoril

Confiante, Conca fez o segundo jogo dele pelo Flamengo. “Quero ajudar a equipe a conquistar o que todo mundo quer: o título. O mais importante agora é trabalhar, então vamos continuar assim”, completou o argentino. Ele estreou na vitória contra Ponte Preta por 2 a 0 no último dia 14.

Apesar dos pedidos da torcida, o técnico Zé Ricardo explicou que Conca ainda não tem condições de ser titular. “Fico feliz de poder participar do jogo, mas quem decide é sempre o treinador. Se ele decidir que eu jogue um ou 10 minutos vou estar sempre à disposição para fazer o que ele pede”, completou.

O próprio argentino completou que ainda precisa de tempo para recuperar a melhor forma física. “Colocar prazo é difícil, mas eu trabalho todo dia, me esforço no dia a dia e pergunto para as pessoas o que eu preciso melhorar. O Departamento Médico me ajuda muito para eu descobrir cada movimento errado e acho que o trabalho em conjunto tem sido bem feito. Espero estar cada dia melhor e ajudar o time”, finalizou Conca.

FICHA TÉCNICA – Fluminense 2 x 2 Flamengo
Local: Estádio Mario Filho, Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Arbitragem: Vinicius Gonçalves Dias Araújo, Rogério Zanardo e Herman Vani
Público e renda: 37.962 (33.112 pagantes) / R$ 1.496.460
Cartões amarelos: Berrío, Cuellar, Rodinei, Conca, Trauco, Guerrero (FLA), Mateus Norton (FLU)
Gols: Wendel 36’/1ºT (1-0), Diego 9’/2ºT (1-1), Henrique Dourado 36’/2ºT (2-1), Trauco 49’/2ºT (2-2).
FLUMINENSE: Júlio César, Lucas, Henrique, Reginaldo e Mascarenhas (Léo 28’/2ºT); Wendel (Mateus Norton 28’/2ºT), Orejuela (Nogueira 43’/2ºT), Marquinhos Calazans e Gustavo Scarpa; Richarlison e Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga.
FLAMENGO: Thiago, Rodinei, Réver, Juan e Trauco; Márcio Araújo (William Arão, intervalo), Cuéllar (Conca 37’/2ºT) e Diego; Everton, Vinicius Jr. (Berrío, intervalo) e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.