Sem Arena da Baixada, Atlético-PR estuda opções para enfrentar Santos na Libertadores

Foto: Bruno Pegoraro

Sem poder contar com a Arena da Baixada por conta da realização de jogo do Brasil na Liga Mundial de Vôlei, o Atlético-PR está estudando opções para o duelo diante do Santos, no dia 5 de julho, válido pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América. As informações são do GloboEsporte.com.

No estado do Paraná, um dos estádios que se adéqua ao regulamento da Conmebol em permitir apenas campos com capacidade de 20 mil pessoas ou mais é o Couto Pereira (40.502 pessoas), porém o presidente do Coritiba, Rogério Bacellar, afirmou que o gramado estará em reformas.

LEIA MAIS:
CONMEBOL DEFINE CONFRONTOS DAS OITAVAS DE FINAL DA LIBERTADORES; VEJA
LIBERTADORES 2018 PODE TER FINAL EM JOGO ÚNICO; CIDADE BRASILEIRA É CANDIDATA

É justamente o regulamento da entidade sul-americana que faz com que as opções sejam poucas. Isso porque, a Vila Capanema (14.660), o Germano Krüger, em Ponta Grossa (8.832), o Olímpico de Cascavel (9 mil), o Willie Davids, em Maringá (16.226) e a Arena Joinville (15.900), em Santa Catarina, não atendem às exigências de capacidade.

Com isso, no estado do Paraná resta apenas o estádio do Café (28 mil), em Londrina, mas não houve procura por parte do Atlético-PR, segundo Sergio Malucelli, gestor do Tubarão. Já o Orlando Scarpelli (19.584), em Florianópolis, poderia ser liberado, com a condição de que o Santos aceitasse.

Outras opções para o Furacão seriam o Beira-Rio e a Arena do Grêmio, ambos em Porto Alegre. Pesaria contra o fato da distância entre Curitiba e a capital do Rio Grande do Sul ser de 740 quilômetros. O regulamento da Libertadores, no entanto, permite apenas jogos a 100 quilômetros da cidade sede do clube, desde que haja “aprovação do clube rival e um comunicado de mudança à Conmebol com 10 dias de antecedência”.

Arena da Baixada na Liga Mundial

As partidas da fase final da Liga Mundial de Vôlei serão disputadas no estádio do Atlético-PR a partir de 4 de julho, mas a organização do evento vai ter oito dias para montagem da estrutura, ficando com a Arena da Baixada à disposição a partir de 26 de junho.

O duelo de ida contra o Santos, pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América, está marcado para o dia 5 de julho (quarta-feira), às 19h15 (de Brasília), enquanto o segundo jogo, no dia 10 de agosto (quinta-feira), acontece na Vila Belmiro, às 21h45 (de Brasília).