Zagueiro revelação se vê amadurecido após falha no Corinthians e enaltece apoio de Chicão

Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

O início do zagueiro Pedro Henrique no Corinthians não foi fácil. Logo em seu terceiro jogo como profissional, o jovem de 21 anos falhou bisonhamente durante derrota para o Atlético-MG no Brasileirão de 2016 e deixou até rivais com o coração amolecido com o seu choro incontido ao final da partida, no Mineirão.

Menos de um ano após aquela triste noite em Belo Horizonte, Pedro Henrique deu a volta por cima e ganhou a confiança do técnico Fábio Carille, efetivado no final de dezembro. Em entrevista ao Torcedores.com, a revelação da base alvinegra falou sobre as mudanças em relação à temporada passada e se disse mais amadurecida em 2017.

Mudou muita coisa, amadureci muito com os erros e acertos do ano passado. Foram aprendizados para mim por ser uma temporada onde fui bem aproveitado. Pude amadurecer tanto como pessoa como profissional e estamos dando continuidade com o trabalho neste ano”, disse Pedro Henrique, dias antes de disputar a primeira final do Paulistão, contra a Ponte Preta, em Campinas.

Após a falha naquela noite de junho, o zagueiro recebeu diversas mensagens de apoio de ex-atletas do Timão. Uma delas do zagueiro Chicão, campeão da Libertadores e do Mundial de Clubes em 2012. O catarinense enalteceu o carinho do ídolo.

“Ele mandou a mensagem através do Alessandro (gerente de futebol). Foi uma mensagem muito importante. Chicão é um ídolo da Fiel e ele falou só coisas boas para mim. Tanto ele como o Gil, o Malcom… Aproveitei ao máximo estas mensagens para que eu desse a volta por cima. Não tenho contato com ele, mas quando vai no CT eu sempre o agradeço”, contou.

Pedro Henrique subiu ao elenco profissional corintiano em 2014 ainda sob o comando de Mano Menezes. No ano seguinte, o beque foi emprestado ao Bragantino. Retornou ao Parque São Jorge em 2016 e disputou 13 jogos. Na atual temporada, teve algumas chances na fase de grupos do Paulistão e fez o seu primeiro gol como profissional na vitória sobre o Mirassol (3 a 2), no interior. Atualmente é reserva de Balbuena e Pablo, titulares incontestáveis e que não têm dado brechas.

 



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)