Veja grandes que caíram, voltaram mais fortes e são inspirações para o Inter

Inter
Foto: Divulgação

O Inter jogará a Série B do Brasileirão neste ano e vive um dos momentos mais complicados de sua centenária história. Os caminhos para a reconstrução sempre foram complicados para qualquer equipe que caiu de divisão, mas existem exemplos, e recentes, que o colorado pode se inspirar.

O principal objetivo do Inter no ano é subir para a Série A. Mas não pode ser somente isso. A equipe tem que voltar e no ano que vem não só pensar em permanecer na elite, mas como também de buscar vaga em competições internacionais. Para isso, tem que saber usar a segunda divisão, buscar as vitórias e os acessos, mas também fazer testes, preparar o time para o verdadeiro desafio que será no ano que vem.

Vários times grandes já caíram, todos voltaram, mas apenas alguns tiveram um resultado imediato logo na temporada seguinte. E são essas equipes que tiveram uma volta imediata ao grupo de protagonistas que o Inter deverá se inspirar.

O exemplo que melhor serviria é do Corinthians. O time de São Paulo foi campeão com sobras da Série B 2008. Fez 85 pontos. O bom trabalho seguiu para o ano seguinte. A equipe na Série A não teve riscos de rebaixamento e conquistou a Copa do Brasil. Depois, o Alvinegro manteve a evolução. Em 2011 ganhou a Série A e no ano seguinte faturou a Libertadores e o Mundial. Tudo fruto do ótimo trabalho na segunda divisão.

Em 2003, o Palmeiras fez uma campanha também incontestável na Série B. Liderou a primeira e a segunda fase. No quadrangular final, continuou muito bem e conquistou a Série B. No ano seguinte, o time foi bem na Série A, garantindo a vaga na Libertadores de 2005.

O mais recente exemplo é o Botafogo. Campeão da Série B em 2015, o time jogou a Série A do ano passado sabendo de suas limitações, mas conseguiu uma arrancada no final do primeiro turno até o final da competição para buscar a vaga na Libertadores.

Existem também exemplos de times que jogaram a Série B, foram campeões, mas não recuperaram. Como o Palmeiras de 2013. O Verdão subiu sem sustos, mas no ano seguinte, precisou da última rodada para escapar de um novo rebaixamento. Na ocasião, o Palestra fez uma Série B que dava indícios de um time que chegaria na elite fortalecido, mas a venda de alguns jogadores, várias trocas de treinadores e a falta de planejamento quase derrubaram o time.

Não adiantaria de nada o Inter ganhar a Série B 2017 com sobras e no ano que vem se desfazer de algumas peças fundamentais. A segunda divisão tem que ser o começo de um projeto.



Jornalista formado pela FIAM FAAM. Apaixonado por futebol independente do país ou divisão. Setorista do Inter e esportes olímpicos. Contato: mohamed.nassif12@hotmail.com