UFC 211: Análise do Card Principal e Dicas para o Fantasy

Continuando minha matéria de ontem onde analisei todos os combates do Card Preliminar hoje trago pra vocês a melhor análise do Brasil dos combates do Card Principal. Pode pesquisar por aí, duvido que você irá encontrar uma análise em português melhor do que essa que faço para o Torcedores.

Para essa edição do UFC tivemos duas baixas, então o card original, que era composto por 14 lutas, foi reduzido para 12 lutas. E não custa nada lembrar que o Fantasy que jogamos aqui e seguimos é o do site Brazuca FC, que tem um torneio grátis com premiação de R$ 200 para os melhores colocados. Acesse o site para obter mais detalhes. Dito isso vamos às lutas do Card Principal!

UFC 211
13 de Maio, em Dallas, Texas

CARD PRINCIPAL (a partir de 0h, horário de Brasília)

Peso-médio: Krzysztof Jotko (58,5%) vs David Branch (41,5%) – Essa luta estava agendada para o Card Preliminar, mas com o cancelamento da luta entre Cejudo e Pettis ela foi movida para o Card Principal. Eu não espero muito dessa luta, pois Branch está um tempo afastado e seu objetivo nessa luta me parece apenas não ser nocauteado, mas não podemos desprezar seu bom jiu-jitsu que pode pegar o adversário de surpresa. Já Jotko não quer ser finalizado e vai procurar manter a distância e golpear de longe. Se a luta se arrastar até o último round e Jotko conseguir dominar a luta em pé creio que ele possa ser uma boa opção no Fantasy marcando muitos pontos com golpes significativos. Palpite: Krzysztof Jotko por decisão

Peso-pena: Frankie Edgar (54,5%) vs Yair Rodríguez (45,5%) – Há muito tempo Edgar é considerado o lutador mais completo de sua categoria, até mesmo mais completo do que José Aldo e Conor McGregor. Ele é do tipo que faz tudo dentro do octógono e faz tudo muito bem. Seu problema é quando enfrenta oponentes mais altos, e esse é o caso dessa noite, já que Rodriguez é bem mais alto que ele e pretende manter a distância do wrestling e das quedas de Edgar para conseguir levar o combate da maneira que ele acredita que pode vencer. Para o Fantasy Rodriguez é uma boa opção para economizar e investir em outros lutadores mais caros. Palpite: Yair Rodríguez por nocaute técnico no segundo round

Peso-meio-médio: Demian Maia (47,6%) vs Jorge Masvidal (52,4%) – Esse é o famoso e velho embate entre o batedor, Masvidal, contra o agarrador, Maia. Maia não tem como competir contra Masvidal na luta em pé, mesmo sendo um pouco mais alto que ele. Nessa luta acredito que irá vencer quem conseguir se aproveitar do erro do adversário e Masvidal é conhecido por cometer alguns erros bobos que resultaram em derrotas vergonhosas. A tendencia é que Maia sufoque o adversário com sua luta de solo e não dê chances de ser nocauteado. Palpite: Demian Maia por finalização no segundo round

Peso-palha: Joanna Jedrzejczyk (64%) vs Jéssica “Bate-Estaca” Andrade (36%) – Jéssica é do tipo de lutadora que primeiro bate e depois pergunta, vai com muito ímpeto para a luta e isso as vezes acaba custando muito e será muito difícil aplicar seu jogo contra Joanna, que é mais alta e tem uma técnica mais apurada que a brasileira. Muitos questionam se Jéssica tem potencial para conseguir ganhar o cinturão. Eu diria que sim, mas apenas o de papel que ela ganhou de Joanna durante a encarada. Joanna é uma das melhores opções para o Fantasy, mas tem um preço alto, então economize em algum lutador e coloque ela em seu time. Palpite: Joanna Jedrzejczyk por nocaute no primeiro round

Peso-pesado: Stipe Miocic (56,4%) vs Junior “Cigano” dos Santos (43,6%) – Cigano já foi considerado o melhor peso-pesado do UFC há alguns anos atrás, mas depois da sua derrota vergonhosa para Cain Velasquez começaram a surgir as dúvidas quanto sua capacidade de tomar decisões e de resistir a uma luta de cinco rounds. Apanhar nós sabemos que ele aguenta, já que Velasquez acertou 156 golpes significativos naquela luta. Os dois já lutaram em 2014 e Cigano saiu vitorioso, mas Miocic está muito melhor do que quando lutou daquela vez e com uma sólida luta de solo pretende complicar a vida do brasileiro e fazê-lo cansar, para depois conseguir a vitória. Para o Fantasy eu não apostaria em nenhum dos dois, mesmo lutas de 5 rounds sendo boas pedidas, isso porque se a luta se estender muito a tendencia é que ela fique sem muita ação. Palpite: Stipe Miocic por nocaute técnico no terceiro round