Suárez revela choro ao saber que Barça ainda o queria após morder Chiellini

Atlético de Madrid x Barcelona
Reprodução/Facebook Luis Suárez

Naquele 24 de junho de 2014, na Arena das Dunas, em Natal, um acontecimento entraria para a história das Copas do Mundo. Não pelo lado bom, mas sim pelo negativo. Isso porque, o atacante Luis Suárez, destaque do Uruguai e cobiçado pelo Barcelona, mordeu o zagueiro Chiellini, da Itália, recebendo, posteriormente, pesada punição de nove jogos e quatro meses fora dos gramados. 

Em entrevista para o jornal El Periódico, o camisa 9 uruguaio revelou que antes da Copa do Mundo havia o interesse do Barcelona em sua contratação, mas nenhuma proposta havia sido feita. Porém, ele temeu que os espanhóis desistissem dele por conta do episódio com o defensor italiano e chegou até mesmo a chorar.

LEIA MAIS:
IMAGEM FORTE: WEIGL SOFRE LESÃO SÉRIA EM JOGO DO BORUSSIA DORTMUND

“Pep Guardiola me chamou para passar tranquilidade, porque o Barça seguia me querendo. O Zubizarreta (então dirigente do time catalão) também conversou comigo, e lembro que cheguei a chorar porque não acreditava que ainda me queriam. O Barcelona foi um grande impulso para eu me recuperar”, disse.

Suárez também recordou da chegada ao time catalão, de certo modo pela “porta dos fundos”, uma vez que não podia estrear devido à punição e também quando sua filha, Delfina, perguntou sobre não estar jogando. “Vejo fotos e vídeos de quando eu ficava trancado no ginásio com o Juanjo (preparador físico), foi um momento ruim. Minha filha via o Barça jogar e perguntava porque eu não estava com eles, contei tudo, sem mentir”, lembrou o atacante.

Desde que chegou ao Barcelona, Suárez tem acumulado boas atuações e grandes temporadas. Na atual, já marcou 27 gols no Campeonato Espanhol, sendo vice-líder da artilharia da competição, atrás apenas do companheiro Lionel Messi, que tem 34. Juntos a Neymar, eles formam o trio MSN e querem ajudar os catalães a conquistarem a competição, já que estão líderes com 84 pontos, porém um jogo a mais em relação ao segundo colocado, Real Madrid.