Sonnen diz não se arrepender de insultar o Brasil e declarou apoiar o governo Trump

Crédito da foto: Reprodução/Facebook oficial do Chael Sonnen

O lutador americano sempre polêmico, Chael Sonnen concedeu uma entrevista ao FOXSports.com.br, nela ele falou que não se arrepende de ter insultado o Brasil diversas vezes e declarou que apoia o governo Trump, nos Estados Unidos.

“Se eu falei tudo aquilo sobre o brasil é porque eu realmente penso assim. Se você acha que eu vou pedir desculpas, você está falando com a pessoa errada”, disse Sonnen ao repórter da Fox Sports.

LEIA MAIS:
UFC CONFIRMA DESPEDIDA DE VITOR BELFORT NO RIO DE JANEIRO
SEM ADVERSÁRIO, ANDERSON SILVA AMEAÇA SE APOSENTAR DO MMA

Toda a polêmica do atleta com o Brasil começou em 2012, quando o americano estava com luta marcada contra o brasileiro Anderson Silva. Ele insultou as pessoas do Brasil dizendo coisas do tipo:

“As crianças no Brasil brincam na lama”.

“Não tenho nada contra os brasileiros, mas suas mulheres são ótimas comigo. Fiquem à vontade para me ligarem e me fazerem uma visita”.

Na entrevista ao Fox Sports, Sonnen afirmou que apoia o governo Trump e que espera que ele realmente construa o muro para separar os EUA do México, para brecar a chegada de novos imigrantes.

“Sempre que um político promete alguma coisa nas suas campanhas, é eleito, mas não cumpre suas ideias, acho que é algo agravante. Ele foi bem claro sobre a construção do muro e deu chance de escolha às pessoas. Se um político diz que vai fazer algo, eu realmente espero que ele cumpra a sua promessa”, afirmou.

Chael Sonnen vai enfrentar o brasileiro Wanderlei Silva pelo Bellator, na edição de número 180 do evento, marcada para 24 de junho.