Rodriguinho crê que ausência na final do Paulistão ajudou seu desempenho no Chile

Rodriguinho
Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Rodriguinho voltou a ser um dos protagonistas em uma partida do Corinthians ao anotar um belo gol, que abriu o placar no Chile. Em entrevista pós-jogo, o meia disse acreditar que a ausência na final do Paulistão ajudou seu desempenho nesta quarta e também ressaltou que não pretende ser protagonista da equipe.

O camisa 26 explicou o que aconteceu para passar de jogador ‘coadjuvante’ para ‘protagonista’, mas rechaçou o último termo.

>>>LEIA MAIS<<<
RODRIGUINHO PROVOCA EXPULSÃO DE CHILENO E DEPOIS TIRA ONDA COM JOGADOR; ASSISTA
RODRIGUINHO FICA PERTO DE ATINGIR MARCA ARTILHEIRA DE 2016 E COM BEM MENOS JOGOS

“A confiança, o ritmo de jogos, indo bem a cada partida, evoluindo em alguns fundamentos e tentando ajudar meus companheiros, Não quero ser protagonista, quero que o time todo esteja bem, porque com o time bem a gente se torna uma equipe muito forte”, disse Rodriguinho, à Fox Sports.

Após Carille falar que não sabe até onde o Corinthians irá na temporada, mas que irá longe, Rodriguinho ressaltou o favoritismo do Timão em todos os torneios que o clube irá disputar.

“O Corinthians quando entra em um campeonato vai ser sempre para vencer e vai ser sempre favorito pelo peso que tem, pela torcida e pelos jogadores que tem. Começamos o ano desacreditados, mas estamos provando que temos uma equipe forte, organizada e competitiva. Não dá para saber até onde iremos, mas que iremos entrar forte nas competições, isso vamos sim”, explicou.

Por fim, Rodriguinho também falou sobre sua condição física e acredita que ‘foi bom’ não ter jogado a decisão diante da Ponte Preta, para fazer uma boa partida contra a La U.

“Não dá para saber se teria um desgaste maior. Talvez foi até bom eu ter ficado fora, porque hoje eu estava 100%”, opinou. “Mas acho que hoje a equipe respondeu muito bem, corremos bastante, mesmo quem jogou no domingo. Conseguimos se doar, marcar, neutralizamos a equipe adversária e conseguimos uma vitória que nos dá uma confiança para seguir bem na competição”, finalizou.



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.