Rodrigão pede mais chances, mas respeita opções de Dorival Júnior

Ivan Storti/Santos FC

Rodrigão chegou em 2016 ao Santos e teve bons momentos no time, até mesmo sendo titular no começo da temporada. Mas acabou desbancado por outros jogadores e nem mesmo no banco de reservas do Peixe tem ficado nas últimas partidas do time.

O fato de não ter mais chances na equipe vem incomodando o atacante, que apesar de não querer atrito com o técnico Dorival Júnior, espera por mais chances de jogar. Dentro ou fora da Vila Belmiro.

LEIA MAIS

MERCADO DA BOLA: SANTOS REEMPRESTA MEIA ATÉ O FIM DA TEMPORADA

“O treinador tem as preferências dele e eu as respeito. Vamos ver o que vai acontecer nas próximas semanas para decidir meu futuro. Não pensei antes em sair, mas vou conversar com meu empresário e ver o que podemos fazer. Respeito demais o Dorival e todos os meus companheiros, mas tenho que pensar também um pouco em mim. Preciso jogar”, declarou o atacante segundo o Globoesporte.com

Rodrigão quase chegou a deixar o Santos no começo da temporada, mas acabou ficando a pedido do próprio treinador santista. Mesmo fora do time titular, o atacante garante que a decisão de não deixar a Vila Belmiro foi a melhor naquele momento.

“Meu empresário havia me passado várias propostas no começo do ano. Algumas eram bem interessantes, mas a gente conversou e analisou tudo e decidimos recusá-las. O pessoal da comissão técnica falou comigo na época e disse que confiavam no futebol e que eu deveria ficar. Não me arrependo de ter ficado, tenho um enorme carinho pelo pessoal do Santos”, declarou.

 

 

(Crédito da foto: Ivan Storti/Santos FC)