Real Madrid leva susto, mas despacha Atlético e vai à decisão da Champions

Reprodução/Facebook UEFA Champions League

O Real Madrid chegou a levar um susto com a valentia do Atlético de Madrid, que abriu dois gols de vantagem, mas nem mesmo a vitória por 2×1 dos Colchoneros foi suficiente para tirar a classificação dos Merengues à decisão da UEFA Champions League nesta quarta-feira (10), no estádio Vicente Calderón.

Agora, na grande final da competição europeia, marcada para o próximo dia 3 de junho (sábado), no Millenium Stadium, em Cardiff, País de Gales, os comandados de Zinedine Zidane terão pela frente a equipe da Juventus, da Itália, que despachou o Monaco na semifinal.

LEIA MAIS:
ATLÉTICO DE MADRID X REAL MADRID: ASSISTA AOS GOLS DA PARTIDA

Empolgação e balde de água fria

Se o Atlético de Madrid foi bastante apático no jogo de ida, não se pode dizer o mesmo quanto ao início da segunda partida. Apostando na velocidade de Carrasco e nas bolas aéreas, os donos da casa abriram o placar logo aos 11 minutos. Koke cobrou escanteio e o meio campista Saul subiu no segundo andar, testando para o fundo das redes.

Instantes depois, Fernando Torres foi derrubado por Varane dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, novamente Griezmann. Um filme inteiro passando pela cabeça do craque francês, que perdeu penalidade na final da última Champions League. Só que desta vez, mesmo batendo mal e com Keylor Navas quase defendendo, a bola morreu no fundo do gol.

Era o cenário dos sonhos para os Colchoneros, que se postaram na defesa à espera do Real Madrid. Só que o jogo foi ficando pegado, nervoso, com as duas equipes reclamando demais das marcações da arbitragem e também muitos cartões amarelos sendo distribuídos.

Só que um balde de água fria foi jogado sobre o estádio Vicente Calderón. Aos 41 minutos, Benzema fez linda jogada pelo lado esquerdo, mesmo cercado por três marcadores, conseguiu passar por todos e rolar para Kroos. O alemão chegou finalizando, Oblak operou verdadeiro milagre, mas Isco completou e descontou para os Merengues.

Classificação Merengue

Na etapa complementar, o Real começou administrando a partida, enquanto o Atlético buscava o ataque, mas era ineficiente no ataque. Quando teve a chance, Carrasco fez boa jogada individual, trouxe para a perna direita e bateu para finalização de Navas, no rebote, Gameiro tentou de cabeça e voltou a parar no goleiro costarriquenho.

A resposta dos Merengues veio quando Modric bateu mascado, Cristiano Ronaldo, em posição irregular, tentou desviar para o gol e mesmo assim a bola morreu no fundo das redes, porém o árbitro assinalou corretamente o impedimento do atacante português.

Com o tempo passando, os Colchoneros viam a classificação ficando ainda mais distante. Ángel Correa, que entrara no lugar de Koke, fez jogada pela linha de fundo e cruzou para Gameiro, que não conseguiu completar para as redes por ter sido atrapalhado por Sergio Ramos.

Assim, o placar não foi mais alterado, uma enorme chuva despencou na capital da Espanha e o Real Madrid, mesmo com a derrota pelo placar de 2×1, conseguiu despachar o Atlético de Madrid e ir para a final da UEFA Champions League, em busca da décima segunda taça de sua história.

Despedida do Vicente Calderón

Esse foi o último clássico entre Atlético de Madrid x Real Madrid disputado no estádio Vicente Calderón, já que o local será demolido para construção de um centro comercial. A torcida dos donos da casa fizeram muita festa em homenagem ao Calderón, que dará lugar ao Wanda Metropolitano a partir da próxima temporada.

Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo no final de semana em partidas válidas pela penúltima rodada do Campeonato Espanhol. O Atlético de Madrid vai até o estádio Benito Villamarín enfrentar o Bétis, no domingo (14), às 15h (de Brasília), enquanto o Real Madrid recebe o Sevilla no Santiago Bernabéu, no mesmo dia e horário.