Qual a defesa de Ceni?

     17 dias de preparação fechada, sem acesso da imprensa e o que se viu na noite de 11 de maio frente ao time do Defensa Y Justiça foi um São Paulo perdido e sem padrão. Ora, mas o ano esta apenas começando diriam o catedráticos de plantão, sim é verdade, mas vamos lembrar também que já estamos em maio e que já se foram 24 jogos com 11 vitórias, 09 empates e 04 derrotas. Mas a equipe perdeu pouco e como disse o próprio Ceni, um retrospecto digno de lutar pelo topo da tabela no Brasileirão…certo? Errado. Se o campeonato fosse disputado com forças tão fracas quanto os estaduais sim, mas o Brasileirão é muito mais forte.

    Ceni brinca com o torcedor tricolor de uma forma sádica. Fica se valendo de números para justificar seu trabalho. Mas são três eliminações com a última sendo para um clube que fez sua primeira partida internacional ontem contra o Tricampeão Mundial e da Libertadores. É inegável e impossível de se apagar o nome de Rogério Ceni da história do São Paulo, mas o torcedor do time não pode ser tratado como se não estivesse sentindo mágoa e raiva por este momento do clube. A falta de conhecimento ainda pesa contra o maior ídolo tricolor principalmente em momentos que se exige mudanças e velocidade de raciocínio em ações e atitudes…é fato que talvez ninguém conheça tanto de vestiário quanto ele, mas o conhecimento tático se faz necessário.

    Muitos ex-jogadores começaram em clubes menores, sofrendo, “apanhando” para entender o funcionamento de um clube, em categorias menores, campeonatos menores ou até indo estudar, sentar na cadeira da faculdade para complementar algo que eles já tem…conhecimento do dia a dia de um atleta.

     O torcedor assim como a imprensa merecem mais respeito por parte de Ceni, ainda mais pelo o que ele representa a nação tricolor. A arrogância e prepotência dele em achar que meros números resolverão seus problemas esta enganado, estes números são legais para programas esportivos preencherem seu horário, não para conquistar títulos.

     Mas Ceni não é o único culpado, a diretoria também tem grande parcela de culpa e deve ser cobrada sim, com educação e respeito, sem truculência, mas deve ser cobrada por sócios e torcedores que ajudam o time consumindo produtos, sendo sócio-torcedores e indo aos jogos.

    O time é ruim e mesmo em todas as eliminações não se veem pontos positivos para que se defenda o trabalho da diretoria, da comissão técnica…o trabalho não esta bom, muito pelo contrário, conseguiu piorar…

     É torcida tricolor, agora é torcer por melhoras, pois só resta o Brasileirão e as perspectivas não são la muito animadoras não.

 

Crédito da foto: Rubens Chiri/São Paulo

 



Professor, Treinador de Futebol, Profissional de Educação Física e Jornalista. Proprietário do ESPORTESNET e da Rádio ESPORTESNET. Palestrante Motivacional.