Palmeiras vai continuar pagando salários de Alecsandro até dezembro; entenda

Palmeiras
Crédito da foto: Reprodução/Facebook do Palmeiras

O Palmeiras deve oficializar ainda nesta quinta-feira a saída do atacante Alecsandro, que, sem espaço no Verdão, acertou transferência para o Coritiba. No entanto, o clube paulista vai continuar pagando os salários do jogador de 36 anos até dezembro, como forma de abater um débito com o time paranaense pela compra dos direitos do meia Raphael Veiga, no final da última temporada.

De acordo com o “UOL Esporte“, o veterano atacante assinará contrato com o Coxa até o final de 2018, mas receberá os vencimentos do próprio Palmeiras até dezembro, período em que tem vínculo com o Verdão. A partir de janeiro, Alecsandro passará a receber diretamente do clube paranaense.

LEIA MAIS:

EMPRESTADOS DO VERDÃO ENTRAM EM LISTAS DE MELHORES DOS CAMPEONATOS ESTADUAIS
POSSÍVEIS REFORÇOS DOVERDÃO SÓ PODERÃO ESTREAR NA NONA RODADA DO BRASILEIRÃO; ENTENDA
CUCA DEU AVAL A QUATRO REFORÇOS ANTES DE SAIR EM DEZEMBRO
MERCADO DA BOLA: VERDÃO QUER CONTRATAR LATERAL DANILO AVELAR

Em novembro de 2016, o Verdão comprou 50% dos direitos econômicos de Raphael Veiga que pertenciam ao Coritiba, pagou cerca de R$ 4,5 milhões e ainda ficou com um crédito para possíveis  reforços vindos de São Paulo em 2017. É aí que os pagamentos dos vencimentos de Alecsandro entram.

Os dois clubes não revelam qual é o valor total deste crédito que o Coxa tem com o time paulista.

“Não tem dívida do Palmeiras, não. Tem um crédito, onde o Coritiba tem um valor que pode ser utilizado na hora que o Coritiba quiser, com jogadores que podem vir com salários pagos pelo Palmeiras”, disse o gerente de futebol do Coritiba Alex Brasil à Rádio Transamérica, em abril.

Números de Alecsandro no Verdão

Contratado pelo Palmeiras em junho de 2015, Alecgol, apelido do atacante, disputou no total 59 partidas com a camisa alviverde e marcou 14 gols. Em 2017, no entanto, teve muito pouco espaço, mesmo após a saída de Barrios, e só disputou sete jogos, apenas uma como titular e não balançou as redes rivais.