Opiniões: Tem que ser na bola; final do Pernambucano; a mudança de discurso

Crédito da foto: Reprodução

TÁ VENDO? FUTEBOL TEM QUE SER NA BOLA

O Sport reverteu o resultado e disputa a final da Copa do Nordeste contra o Bahia. Os dois jogos foram bem movimentados e neste segundo jogo a equipe rubro-negra soube utilizar a qualidade técnicas de seus jogadores, nos lances capitais, ao contrário do Santa Cruz, e diferente do jogo na Ilha do Retiro.

Mas ainda existem jogadores que contribuem com a violência desproporcional no futebol. Halef Pitubul errou e desrespeitou ao comemorar no escudo do Sport, na partida de ida. Um clima de vingança foi gerado, e comprovamos isso durante o jogo quando a polícia precisou utilizar gás de pimenta.

Os próprios jogadores não entendem que o futebol é o esporte mais imprevisível já criado, e que devem se concentrar apenas no resultado em campo, como conseguiram. Entretanto os atletas dos dois lados incitaram assiduamente a violência, que estou temendo o que pode acontecer na cidade do Recife.

O SALGUEIRO QUER DEIXAR A SUA MARCA

O Caracará está voando e jogando muito. Já eliminou o Sport em uma semifinal do Campeonato Pernambucano; e agora o Santa Cruz; e eliminou o Náutico na Copa do Nordeste e no Hexagonal do Título do PE, ambas em 2015. A final do Campeonato Pernambucano será no interior, pela primeira vez, em mais de 100 anos de história da competição. Sinceramente, como um apaixonado por futebol, é maravilhoso ver uma equipe interiorana tão forte nesse esporte.

SPORT: AGORA É IMPORTANTE

Ainda em relação a final do Campeonato Pernambucano de 2017, acho legal as brincadeiras entre torcedores rivais. Assim é o esporte. Precisamos mais de momentos extrovertidos do que violentos. Mas, vale lembrar que o Sport disse que abriria mão do Campeonato Pernambucano e, inclusive, a atual diretoria ganhou a eleição, ano passado, muito por conta disso. Hoje, vemos a hipocrisia desse argumento. No meu entendimento, serve apenas como um discurso a ser utilizado, pelos dirigentes e consequentemente por torcedores, caso não conseguisse o título.
Não concordo com isso. Acho melhor reconhecer o mérito do adversário. Contudo, merecedora a classificação para a final.