Náutico x América-MG : equipes começam caminhada rumo a elite do Brasileiro

Reprodução/Internet

Náutico x América-MG  se enfrentam na próxima sexta-feira, às 21h30, em jogo válido pela rodada de estreia do Campeonato Brasileiro da Série-B. Nesta quinta-feira, o técnico Enderson Moreira comandou o último treinamento antes da viagem para Recife.

A grande esperança do time americano é que os nomes dos atacantes Luan, ex-Cruzeiro e que pertence ao Palmeiras, e Bill apareçam no BID e consequentemente os atletas ganhem condições de estrearem com a camisa do Coelho.

LEIA MAIS:

Alê Oliveira critica Mano Menezes e indica nome para comandar o Cruzeiro
liverpool-URU x Fluminense: Assista ao gol da partida

No CT Lanna Drummond, Enderson Comandou atividades de finalização e de posse de bola, se utilizando dos setores ofensivos e defensivos. Os únicos desfalques do treino foram o volante Christian e o atacante Hugo Almeida.

Christian se recupera da lesão no pé direito e já está quase 100%, contudo, foi poupado das atividades, assim como Hugo Almeida, que ainda sente dores no tornozelo e também não participou do treino.

Pelo lado do Naútico, o time corre contra o tempo antes da estreia para se adaptar à filosofia de Waldemar Lemos, que chegou na terça-feira para iniciar sua terceira passagem pelo clube.

“O que eu vi foi uma crença muito forte dos jogadores. Existe a vontade, antes de tudo, de resolver os problemas. O grupo precisa acreditar. Pedi para o elenco olhar na cara e falar, olhar um nos olhos dos outros, e falar para se revolver o problema. Se houver essa aliança entre o grupo e depois em todos os segmentos, vamos solucionar tudo” disse o novo treinador em sua chegada ao Náutico.

As primeiras atividades de Waldemar foram aprovadas pelos jogadores, que gostaram da metodologia do novo comandante.

“A primeira impressão foi de muito trabalho. Creio que a intensidade aumentou, o professor gosta que a gente brigue até o final e não desista nunca. Isso prepara a cabeça e o corpo para a Série B, que é disputada. O espírito da Série B é esse de força e velocidade. São coisas que a gente tem de se adaptar para uma competição difícil”, disse Tiago Cardoso, goleiro do Náutico.



Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.