Jovem emprestado pelo Palmeiras é um dos destaques da Chapecoense para o Brasileirão

Palmeiras
(Foto: Divulgação/Chapecoense)

A Chapecoense viveu o pior momento de sua história após a tragédia que vitimou 71 pessoas na viagem à final da Sul-americana, em novembro de 2016, na Colômbia. Mas, cinco meses depois, o clube conseguiu se reerguer e já conquistou um título estadual, com ajuda de atletas emprestados pelo Palmeiras.

Um dos pilares da reconstrução da Chapecoense foi o Palmeiras, segundo próprios dirigentes do clube catarinense afirmaram no começo do ano. O Verdão paulista ajudou a Chape com empréstimos de jogadores, entre eles o lateral-direito João Pedro e o zagueiro Nathan, além do volante Amaral – que está lesionado.

LEIA MAIS:
Pelé no Sport? Quase! Veja essa e outras curiosidades sobre o futebol nordestino
Conheça o Llanfairpwllgwyngyll F.C., o clube de futebol com o nome mais longo do mundo

E é justamente o lateral-direito João Pedro quem tem sido um dos principais nomes da Chape nesta temporada. Jogador de confiança do técnico Vagner Mancini, o jovem emprestado pelo Palmeiras se destaca, tanto em sua posição de origem, como no meio-campo.

Com 20 anos, João Pedro participou de 19 jogos pela Chapecoense em 2017, incluindo os jogos válidos pela Libertadores, as finais da Recopa e o Campeonato Catarinense. Marcou um gol e tem sido importante também em assistências para os atacantes.

PROMESSA SE FIRMOU APESAR DE CHEGADA DE ÍDOLO DA CHAPE

A concorrência não é pequena por uma vaga como titular da lateral alviverde. Além de João Pedro, o uruguaio Zeballos e o ídolo Apodi chegaram ao clube, mas o jovem jogador seguiu firme na posição. Ou então atua como meio-campista, apoiando Apodi pela direita, assim como vai atuar neste sábado, frente ao Corinthians.

NO PALMEIRAS

Com 20 anos e tido como promissor desde as divisões de base do Palmeiras, João Pedro participou do elenco que conquistou o troféu de campeão brasileiro, em 2016, mas não teve participação direta na conquista, já atuou em apenas uma partida como titular.

Apesar de pouco espaço em 2016, João Pedro já teve temporadas com mais prestígio no elenco profissional alviverde. Em 2014, ano em que foi promovido ao “time de cima”, jogou 17 jogos e marcou um gol. Já em 2015, foram 16 atuações e também um gol marcado.



Baiano, 22 anos, jornalista em formação pela Universidade Jorge Amado (UniJorge). Apaixonado por esportes em geral, de preferência basquete, tênis e futebol, este último com maior fervor. Contato: victorw10@outlook.com