Henzel fala sobre relação entre Palmeiras e Chape: “Foi o time que deu um passo a mais”

Palmeiras
Foto: Reprodução/ESPN

O acidente aéreo em dezembro de 2016 que matou grande parte da delegação da Chapecoense parece ter unido Palmeiras e o time de Santa Catarina. Além de ceder alguns jogadores, o clube paulista propôs um amistoso em janeiro que destinou toda a sua renda para as famílias das vítimas.

Em entrevista ao programa Bate Bola, da ESPN, um dos sobreviventes ao acidente, o jornalista Rafael Henzel, comentou a relação entre Chapecoense e Palmeiras e elogiou o atual campeão brasileiro.

LEIA MAIS: Flamengo usará Palmeiras e Allianz Parque como ‘modelo’ na construção de novo estádio

“O Amaral, Nathan, o próprio João Pedro…inclusive, no amistoso do dia 20 de janeiro, o Palmeiras pagou suas despesas, deixou a renda para as famílias das vítimas e ainda deu uma carona para o sub-20 que ia fazer um amistoso no Peru. Colocou o ônibus à disposição aqui para levar para o hotel. É claro que muitos times ajudaram essa reconstrução, mas o Palmeiras, já é dito por todos, foi o que deu um passo a mais na reconstrução”, disse.

Jogadores emprestados

Henzel também analisou a temporada de alguns dos jogadores emprestados pelo Alviverde. Apesar de achar que o zagueiro Nathan ainda não provou seu valor, o jornalista afirmou que o lateral João Pedro entra no Campeonato Brasileiro como grande destaque da Chapecoense.

“O Nathan não está conseguindo jogar. Eu acho que a inexperiência ainda. Agora, o João Pedro está se desenhando como uma revelação. Jogou na meia-esquerda contra o Atlético Nacional e teve o melhor aproveitamento ofensivo do time. Ele não é firulento, ele dá o tapa na frente e quebra linhas. Nessa condição, acho que o Palmeiras vai abrir o olho”, explicou.