Fluminense aposta em base forte sob comando de Abel Braga para ser campeão brasileiro

Fluminense
Crédito da imagem: NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.

Classificado na Sul-Americana, o Fluminense estreia no Brasileiro contra o Santos neste domingo (14).

O tricolor das Laranjeiras também disputa daqui pra frente a Copa do Brasil e a Primeira Liga. O time de Abel Braga soma 56 gols em 28 jogos na temporada, sendo 15 vitórias, seis empates e sete derrotas.

O artilheiro é Henrique Dourado, com 12 gols e outros destaques são o lateral direito Lucas e o meio-campista Wendel. A dupla que é novidade em 2017 foi premiada no Campeonato Carioca. O primeiro entrou na seleção do estadual e o outro foi a revelação.

Com relação aos confrontos contra times da Série A, o Fluminense apenas enfrentou equipes cariocas nesta temporada. São oito clássicos até agora, inclusive três vitórias (venceu Botafogo e Vasco) e dois empates (ambos diante do Flamengo).

O time base do Fluminense tem Diego Cavalieri, Lucas, Renato Chaves, Henrique e Léo; Wendel, Orejuela e Sornoza; Richarlison, Henrique Dourado e Wellington. Quatro deles vieram de Xerém (Léo, Wendel, Richarlison e Wellington).

A expectativa da torcida do Fluminense é pelo retorno do meio-campista Gustavo Scarpa. Camisa 10 não temporada, o jogador está fora do time desdém 25 de fevereiro, quando sofreu fratura no pé direito. Ele passou por cirurgia, fisioterapia e já treina com bola, mas como perdeu ritmo de jogo o técnico prevê um retorno gradual aos gramados.

O Fluminense busca em 2017 o sétimo título nacional. O clube foi campeão brasileiro quatro vezes (1970, 1984, 2010 e 2012), da Copa do Brasil (2007) e da Série C (1999).

Como joga o Flu

A linha de defesa tem o capitão Henrique como principal nome. Quando ele ou Renato Chaves não possuem condições de jogo quem entra no time é Nogueira, cria da base. Além dele há mais dois jovens, Reginaldo e Frazan, e Gum, que deve ser negociado.

O meio de campo tem Wendel, aposta de Abel Braga para substituir o lesionado Douglas. Com técnica e boa saída de bola, o volante de 19 anos ganhou confiança e se arrisca no ataque – marcou até gol em Fla-Flu. Os equatorianos Orejuela e Sornoza conquistaram a torcida, o segundo principalmente porque é o líder em assistências da equipe. Ele assumiu o posto de Scarpa como principal cobrador de bola parada.

Richarlison disputou o Sul-Americano sub-20 e portanto não teve férias. Enquanto ele estava na seleção, Scarpa ajudava Sornoza na criação de jogadas. Sem o camisa 10, Abel Braga escalou três atacantes com o camisa 70 e Wellington Silva abertos pelas pontas e o centroavante (Henrique Dourado ou Pedro) mais perto da área.

Próximos jogos do Fluminense

14/5 – Fluminense x Santos
17/5 – Grêmio x Fluminense*
21/5 – Atlético-MG x Fluminense
27/5 – Vasco x Fluminense
31/5 – Fluminense x Grêmio*

*oitavas de final da Copa do Brasil