Flamengo e Santa Cruz estreiam na Copa do Brasil contra Atléticos. Santos decide vaga.

Créditos: Luis Acosta

As três partidas da rodada da Copa do Brasil serão realizadas logo mais. O Flamengo recebe o Atlético-GO no Maracanã, às 19h30; o Atlético-PR pegará o Santa Cruz no Arruda, às 21h45; já o Santos visitará o Paysandu para decidir se vai ou se fica pelo caminho, às 21h45.

 

Campeão carioca recebe o Atlético-GO

O Flamengo conquistou o Estadual no último domingo e teve Guerrero eleito o craque do campeonato. Além dele, Réver, Trauco e Diego integraram a seleção do certame. Estes reconhecimentos elevam a moral do grupo, que abre nova frente em busca de títulos. A princípio, os titulares entrarão em campo. A exceção é Diego, que continua se recuperando de cirurgia. Quem pode pintar no decorrer do empate é Vinícius Jr., promovido anteontem aos profissionais e já negociado por R$ 157 milhões junto ao Real Madrid.

A empolgação flamenguista deveria pisar no freio. No começo da temporada, o Vila Nova, outro quadro do Centro-Oeste, derrotou os cariocas em amistoso, no Serra Dourada. Recém promovido à Série A do Brasileirão, o sucesso atleticano se deve ao bom trabalho realizado pelo treinador Marcelo Cabo, que completou um ano à frente da equipe com 61% de aproveitamento. Eliminado na semifinal do Estadual, o clube trouxe nove novos atletas e dispensou quem não estava sendo aproveitado. No fim de semana, os goianos derrotaram o Aparecidense, sensação local, por 1 a 0 em jogo-treino.

Originalmente, este enfrentamento estava marcado para o estádio Luso-Brasileiro. No entanto, as obras atrasaram e o Urubu não conseguiu resolver alguns problemas, tais como: a iluminação não foi instalada, as catracas não passaram no teste e o gramado foi danificado nos últimos dias.

Segundo o Oddsshark.com/br, diante de sua torcida, o Flamengo deve se impor: R$ 1,37 para um, contra R$ 4,63 do empate e R$ 8,30 se os visitantes surpreenderem.

Os times devem ir a campo assim:

Flamengo: Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Renê; Márcio Araújo, Willian Arão e Trauco; Berrío, Guerrero e Everton. Técnico: Zé Ricardo.

Atlético: Kléver; Eduardo, Ricardo Silva, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Marcão e Betinho; Walterson, Jorginho e Everaldo; Júnior Viçosa. Técnico: Marcelo Cabo.

 

Santa Cruz ainda pode salvar a temporada

O Santinha fracassou neste primeiro semestre. Na Copa do Nordeste foi eliminado pelo arquirrival Sport. No Pernambucano, caiu diante do Salgueiro. A segunda metade do ano traz os certames mais importantes para a Cobra Coral. A Série B é o caminho para se retornar à elite do futebol nacional. No entanto, o torneio é difícil e conta com concorrentes de tradição como Internacional, Goiás, Guarani, Paysandu e Náutico, entre outros. A Copa do Brasil tampouco é fácil mas ela é curta e rápida.

O primeiro desafio é passar pelo Atlético-PR, que está na Série A. As prováveis ausências de Halef Pitull e Léo Costa, machucados, podem dificultar a vida dos pernambucanos, que ganharam do Náutico no sábado por 2 a 1 na disputa da medalha de bronze do Estadual.

Enquanto isso, o técnico Paulo Autuori deve manter a escalação que encarou o Coritiba no fim de semana. Jonathan, Thiago Heleno, Carlos Alberto, Felipe Gedoz, Nikão e Pablo continuam no departamento médico. Outro desfalque é Guilherme, que já vestiu a camisa do Corinthians pela competição copeira.

A curiosidade da partida é o reencontro do artilheiro Grafite com a torcida recifense. Como serão as reações do público e do atleta? Quem pode entrar no segundo tempo é o jovem Eduardo Henrique, uma promessa do futebol brasileiro.

Segundo as casas de apostas esportivas, os anfitriões devem sair na frente neste mata-mata: R$ 24,10 a cada dez aplicados, contra R$ 30,50 dos forasteiros e R$ 30,70 se o placar terminar igualado.

Os prováveis artistas desta noite:

Santa Cruz: Julio Cesar; Vítor, Anderson Salles, Bruno Silva e Tiago Costa (Roberto); Elicarlos, David e Pereira; Thomás, André Luís e Júlio César. Técnico: Vinícius Eutrópio.

Atlético: Weverton; Cascardo, Wanderson, Marcão e Sidcley; Octávio, Matheus Rossetto, João Pedro, Lucho González e Crysan; Grafite. Técnico: Grafite.

 

Papão sonha com a volta por cima

Em 26 de abril, o Santos derrotou o Paysandu por 2 a 0 na Vila Belmiro, e somou três pontos e dois de saldo neste cruzamento. Os autores dos gols foram Bruno Henrique e Copete. A vantagem santista é boa para o duelo de logo mais. Os paraenses só chegarão às quartas de final se vencerem por três ou mais tentos de diferença ou se devolverem o 2 a 0 e ganharem nos pênaltis. Não há prorrogação e o critério de gols na estrada desempata.

Os paulistas têm um elenco mais qualificado e mais experiente que seu adversário. No entanto, após faturar o bicampeonato paraense, a torcida do Papão da Curuzu deve lotar as arquibancadas, como fez no último domingo contra o Remo. A ideia é tentar diminuir a diferença futebolística a partir de incentivos vindos de fora das quatro linhas.

As estatísticas do Oddsshark.com/br, preveem que a estratégia não dará certo. O Peixe deverá sair de Belém com novo êxito: R$ 201 para cada lote de cem investidos na coluna dois, contra R$ 336 se ambos marcarem o mesmo número de tentos e R$ 369 se o bicolor aprontar.

As prováveis escalações são:

Paysandu: Emerson; Ayrton, Perema, Gilvan e Hayner; Augusto Recife, Wesley e Rodrigo Andrade; Leandro Carvalho, Bérgson e Alfredo. Técnico: Marcelo Chamusca.

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Cleber e Jean Mota; Renato, Thiago Maia, Lucas Lima e Vladimir Hernández; Vitor Bueno, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.

 

Veja outros odds no Torcedores.

 

Oitavas de final, jogos de ida:

Quarta-feira, 10 de maio:

19h30: (R$ 1,37) Flamengo x Atlético-GO (R$ 8,30) (Empate R$ 4,63)

21h45: (R$ 2,41) Santa Cruz x Atlético-PR (R$ 3,05) (Empate R$ 3,07)

 

Jogo de volta:

Quarta-feira, 10 de maio:

21h45: (R$ 3,69) Paysandu x Santos (R$ 2,01) (Empate R$ 3,36)