Felipe Melo x Gabriel: o que o Palmeiras ganhou e perdeu com a “troca” de volantes

Foto: Reprodução/Facebook FPF

O Palmeiras contratou o volante Felipe Melo no início desta temporada para ser um dos líderes do time na campanha em busca do título da Copa Libertadores. E a contratação do experiente jogador foi um dos motivos pelo qual o clube “abriu mão” de Gabriel Girotto, que acabou sendo contratado pelo rival Corinthians.

No Palmeiras, Felipe Melo caiu nas graças da torcida com raça, boas atuações e entrevistas verdadeiras, ganhou música e se tornou um dos símbolos do time. Apesar de não chegar a final do Campeonato Paulista, superou Gabriel Girotto, que foi campeão, e entrou para a seleção do Paulistão como um dos melhores volantes da competição, ao lado de Fernando Bob, da Ponte Preta.

Mas em campo, o que o Palmeiras ganhou e perdeu com a entrada de Felipe Melo no lugar de Gabriel no time?

Pelos números do Campeonato Paulista, além de ter um jogador mais experiente em seu elenco, o Verdão ganhou um daqueles jogadores que atuam de “terno” e de cabeça erguida. Segundo dados do Footstats, Felipe Melo só perde para o volante corintiano em desarmes.

Veja o comparativo:

Imagem: Reprodução/Footstats

Nesses números, temos que destacar que Felipe Melo atuou menos que Gabriel no Paulistão e que, com relação a grande diferença de passes – apesar do jogador do Palmeiras levar a melhor na porcentagem -, o Corinthians é uma equipe que, por característica, troca bem mais passes que o Verdão.