Ela ganhou três vezes como melhor no futsal. E tem de lidar com machismo

Crédito da foto: Reprodução/ Facebook

No dia 29 de abril, o site Futsal Planet anunciou os vencedores do Agla Futsal Awards 2016, premiação que coroa os melhores da temporada passada. A ala da seleção brasileira feminina, Amandinha, ganhou pela terceira vez seguida o prêmio de melhor jogada do mundo da modalidade.

Isso é digno de aplausos, de elogios, pelo Brasil ter uma atleta dessa categoria no futsal feminino, certo? Não para um internauta, que destilou um comentário machista nas redes sociais: “Vergonha, devia estar na cozinha fazendo a comida do marido e não fazendo coisa de homem”. Amandinha não pensou duas vezes e expôs o comentário dele em suas redes sociais.

LEIA MAIS:

SEREIA DA VILA FALA DE ESTÁGIO NA SANTOS TV E CITA DUAS APRESENTADORAS QUE ADMIRA
ALLINE CALANDRINI QUER BRASILEIRÃO PELO SANTOS: “ME FALTA ESTE TÍTULO AQUI DENTRO”
“O PRECONCEITO É A MAIOR DIFICULDADE”, DIZ CAMILINHA EM RELAÇÃO AO FUTEBOL FEMININO

Em entrevista exclusiva ao Torcedores.com, Amandinha explicou o motivo de ter tomado essa postura de publicar em sua rede social a opinião machista do internauta.

“Pois é, esses preconceitos sempre acontecem, desde quando se inicia no esporte em sim, pelo fato de ser mulher, você é muito desacreditada, o esporte ter sido generalizado masculino aí que rola ainda mais o preconceito. Mas, graças a Deus sempre tirei isso de letra, eu sempre coloquei na minha cabeça que quem eu tinha de escutar era realmente as pessoas que me amam, que torcem por mim”, disse a jogadora.

“Eu basicamente publiquei, compartilhei, a opinião daquele homem, mas pelo fato de mostrar para as pessoas que não devemos nos abater, para as mulheres em si, que sonham no esporte, ou então, a mulher no cotidiano que a gente não deve se abater, que a gente tem como enfrentar, que a gente não tem de ouvir calada nada, somos de igual para igual com qualquer pessoa, seja homem ou qualquer coisa, que nós podemos sim fazermos o que quisermos, onde quisermos, a hora que quisermos. Então, eu mostrei mas pelo fato de eu ser uma pessoa pública e as pessoas me verem muito, mas eu não ligo muito não e eu procuro ter minha mente forte para poder fazer aquilo que eu amo, ouvindo sempre minha família, Deus e as pessoas que me amam realmente”, completou Amandinha.

Caso queira escutar o que ela disse em áudio, confira abaixo:



Apaixonado pelo futebol que é a melhor invenção do homem, atualmente setorista do Santos e Futebol Feminino pelo Torcedores.com