David Luiz relembra dificuldades na carreira e diz que passou fome no América-MG

Reprodução/Facebook oficial do Chelsea

David Luiz atualmente é considerado um dos melhores zagueiros do mundo e está próximo de conquistar o título do Campeonato Inglês desta temporada. Contudo, em uma entrevista veiculada pelo Daily Mail nesta sexta-feira, o defensor voltou a fazer declarações polêmicas em relação ao América-MG, clube que o atleta diz ter passado fome.

“Foi a única vez na minha vida em que eu conheci a fome [no América-MG]. Comi feijão batido no liquidificador duas vezes ao dia durante 10 dias. Eles queriam que eu assinasse contrato, mas eu não voltei”, afirma o jogador em entrevista ao Daily Mail. Em 2013, David Luiz já tinha revelado este fato, que não foi bem aceito pelos dirigentes do Coelho.

LEIA MAIS:

WEST BROMWICH X CHELSEA: ACOMPANHE OS LANCES DO JOGO AO VIVO

Após sair do clube mineiro, o zagueiro do Chelsea foi atuar no Vitória e relembrou ao jornal britânico como foi difícil conseguir uma passagem de avião até Salvador, que foi adquirida após sua mãe financiar o valor.

“Pedia à minha mãe para que ela custeasse a passagem de avião, pois era longe demais para ir de ônibus. Ela atendeu meu pedido e tivemos que parcelar o valor, pois naquela época só quem era rico viajava de avião”, contou o zagueiro, que ao chegar no novo clube, não teve como escapar de uma longa viagem de 75 horas de ônibus até o Rio Grande do Sul.

“Fomos para uma competição em Santiago, no Rio Grande do Sul. Foi difícil, pois foram 75 horas de ônibus até o destino. Dois dos nossos defensores se machucaram durante a viagem”, finalizou David Luiz.

Gilberto Silva, Evanílson, Fred e Palhinha são alguns dos nomes que começaram a sua carreira futebolística nas categorias de base do América-MG



Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.