Cuca não descarta rodízio no Palmeiras para suportar “maratona” de jogos

Cuca
Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

Cuca negou que vá estranhar o elenco do Palmeiras cinco meses após ter deixado o comando do clube. Em entrevista coletiva, nesta terça-feira, o treinador acredita que a qualidade é praticamente a mesma do grupo do ano passado, e até citou os exemplos.

“Se a gente fizer comparativo aqui do time do ano passado em relação ao desse ano, foi trocado o Moisés pelo Felipe Melo. O Guerra pelo Cleiton Xavier. E o Borja ou o Willian pelo Gabriel Jesus. Os demais, é o mesmo time”, argumentou.

LEIA TAMBÉM:
Cuca prevê pressão enorme em retorno ao Palmeiras: “Hoje só 1 a 0 vão me cobrar”

Cuca desconversa sobre Ganso, mas estipula prazo para pedir reforços ao Palmeiras

Mesmo chegando no meio do trabalho começado por Eduardo Baptista, o comandante do Verdão opina que seu conhecimento do elenco o ajudará a encurtar o árduo caminho pela frente. Cuca confirmou também que grande parte dos 10 reforços trazidos por Alexandre Mattos tiveram seu aval, ainda em dezembro.

“Vim no carro pensando em muitas coisas em cima do time. Muitos dos (jogadores) que vieram, quase todos, foram por indicação minha junto com o Alexandre. Independentemente disso, todos vão ter o mesmo tratamento. Vai ter um time inicial que pode ir mudando”, completou Cuca.

RODÍZIO LIBERADO

Ele novamente não descarta a possibilidade de priorizar uma competição, assim como fez em 2016. Na ocasião, o Palmeiras colocou um time alternativo, mas ao mesmo tempo competitivo, na Copa do Brasil em favor do Brasileirão, competição que o clube não vencia havia 22 anos.

Cuca até fez a contagem de partidas que o grupo poderá disputar caso avance às finais dos três compromissos que ainda tem no ano – Libertadores, Copa do Brasil e Brasileiro. Se precisar, não terá dúvidas em promover um rodízio dos atletas, principalmente pelo potencial de vários reforços.

Só em maio, o Palmeiras terá seis jogos seguidos, de quarta-feira a (sábado ou) domingo.

“Se o Palmeiras for passando de fase, ele vai ter 31 jogos seguidos sem parada, de quarta e domingo. São 103 dias e 31 jogos, um a cada 3,3 ou 3,4 dias. Então todos os jogadores vão ter oportunidades. Esse investimento que o Palmeiras fez não foi para só agora. Trouxe Luan, Antônio Carlos, Hyoran, Willian, Keno, Veiga… São quase todos jovens, que encorpam muito o elenco”, encerrou o treinador do Verdão.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.