Cuca elogia e cita importância dos reforços do Palmeiras para 2017

Palmeiras
Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Campeão brasileiro em 2016, o Palmeiras reforçou ainda mais seu elenco em 2017. Além da base forte e os novos contratados, o Verdão tem, novamente, no comando o técnico Cuca, responsável por levar a equipe a conquista do ênea.

Em entrevista coletiva, o comandante alviverde foi questionado sobre as principais novidades no elenco desde sua saída e não poupou nos elogios.

LEIA MAIS:

CUCA TEM PACIÊNCIA COM BORJA E COMPARA O COLOMBIANO COM GABRIEL JESUS

CARTOLA FC: CONFIRA 5 DICAS PARA MONTAR O SEU ATAQUE NA 1ª RODADA

CUCA TEM APENAS UMA DÚVIDA PARA ESCALAR O VERDÃO CONTRA O VASCO; CONFIRA

Com relação aos estrangeiros, Alejandro Guerra e Miguel Borja, que se destacaram defendendo as cores do Atlético Nacional, Cuca elogiou o venezuelano e pediu paciência com o centroavante.

“O Guerra vocês conhecem, é um armador, tem dinâmica muito boa de jogo, é interessantíssimo, dispensa maiores comentários. Jogador experiente, de grupo. Com o Borja, temos que ter paciência para que as coisas aconteçam ao natural. Tudo tem seu tempo. Acho que o dele vai chegar.”

Quanto ao volante Felipe Melo, apelidado de ‘Pitbull’ pela torcida do Palmeiras, Cuca brincou que o camisa 30 é bom até na zona mista, quando conversa com os jornalistas. Brincadeiras à parte, o treinador destacou a lealdade e a entrega, em prol do time, do volante.

“O Felipe Melo é aquela liderança, um comando dentro de campo muito importante. Alguma coisinha, ele vai entender, porque esteve muito tempo fora. Ele é muito importante em todos os sentidos. Até para você ele é bom demais. Naquela zona mista é uma maravilha (risos). É bom caráter, cara limpa. No dia a dia você vê uma pessoa desprovida de maldade. Se pedir para fazer algo, ele vai fazer.”

Outro jogador contratado que teve sua importância ressaltada por Cuca foi Willian. Além de elogiar o ex- atacante do Cruzeiro, o comandante também revelou como pretende usar o ‘Bigode’.

“O Willian é também um jogador que se puser de um lado, ele vai, volta com lateral pelo lado. Mas quero usar ele um pouquinho mais perto do gol. Para quando ele entrar ou jogar, ajudar também o centroavante.”