Com ataque em má fase, Santos tem sua pior média de gols dos últimos 8 anos

Ricardo Oliveira
Crédito da foto: Reprodução/Facebook oficial Santos FC

Nos últimos anos um ponto forte da equipe do Santos sempre foi seu ataque, mas na temporada de 2017, com Ricardo Oliveira ineficiente – são apenas dois gols no ano, o Peixe tem sua pior média de gols dos últimos 8 anos.

Em levantamento feito pelo Globoesporte.com, após 18 partidas oficiais, o clube da Vila Belmiro foi paras as redes em 29 oportunidades (1,61 gol por jogo), apenas em 2008, o Alvinegro Praiano teve um aproveitamento de gols menor.

LEIA MAIS:

SANTISTA, JOVEM DA BASE DO PEIXE REVELA: “FALTOU POUCO PARA EU JOGAR NO SÃO PAULO”

ADEMIR QUINTINO REVELA QUE DEVE SE APOSENTAR QUANDO SEU FILHO CHEGAR NO PROFISSIONAL DO SANTOS

VEJA AS NOTÍCIAS DESTE DOMINGO DO SANTOS QUE ESTÃO BOMBANDO NA WEB

O ano de 2008, não traz boas recordações aos torcedores do Peixe, já que nessa temporada o time caiu nas quartas de final da Libertadores, diante do América-MEX, pelo Brasileirão brigou contra o rebaixamento e dependia muito dos gols de Kléber Pereira, nesse ano ele junto com Keirrison e Washington foi artilheiro com 21 gols da competição.

Já de 2009, em diante o Alvinegro Praiano fez pelo menos 30 gols, isso após 18 partidas disputados no ano, curiosamente foi a partir daí que o clube contou em seu elenco com o craque Neymar. Depois ele foi vendido ao Barcelona e Gabigol e Ricardo Oliveira manteve o bom desempenho ofensivo, porém, em 2017, a história está sendo diferente.

Veja abaixo a média de gols do Santos de 2008 até 2017, após 18 jogos realizados:

2008 – 24 gols (1,3 gol por jogo)
2009 – 30 gols (1,66 gol por jogo)
2010 – 60 gols (3,3 gols por jogo)
2011 – 37 gols (2,05 gols por jogo)
2012 – 40 gols (2,2 gols por jogo)
2013 – 31 gols (1,72 gol por jogo)
2014 – 46 gols (2,5 gols por jogo)
2015 – 34 gols (1,8 gol por jogo)
2016 – 33 gols (1,8 gol por jogo)
2017 – 29 gols (1,61 gol por jogo)

Um dos jogadores mais contestados do ataque santista é Vitor Bueno, apesar de ao lado do atacante Bruno Henrique ser o artilheiro da equipe nesta temporada com 4 gols, o jogador vem sendo marcado pelos torcedores do Santos pelo seu mau futebol. Porém, Dorival confia no jogador e recentemente defendeu o atleta em entrevista coletiva.

“Confio muito (no Vitor Bueno) e continuei acreditando depois do primeiro tempo. Voltou relativamente bem, criando duas ou três oportunidades, mas caiu um pouco em razão daquilo que vinha produzindo. Temos que tentar fazer com que ele readquira a confiança. Temos que estar ao lado dele pra que volte a jogar como sempre atuou. Ele é importante e é um dos titulares”, disse.

Apesar disso, o treinador do Peixe cogita tirar ele da equipe para colocar o baixinho Vladimir Hernández no time titular, visando o duelo diante do Santa Fe, na quinta-feira, pela Copa Libertadores da América, no Pacaembu.



Apaixonado pelo futebol que é a melhor invenção do homem, atualmente setorista do Santos e Futebol Feminino pelo Torcedores.com