Campeão do Cartola PRO diz que é preciso ter competência e regularidade para mitar no fantasy

Cartola
Foto: Reprodução/Facebook

Começa neste sábado (13) mais um Campeonato Brasileiro, e junto com ele, a temporada do Cartola FC, fantasy game da competição. E se você ainda acha que “brincar” de técnico não te leva a lugar nenhum, provavelmente, é porque ainda não conheceu o Thiago Freitas.

Freitas ele foi o grande campeão do Cartola PRO na temporada passada e faturou uma bolada de R$ 10 mil com essa “brincadeira”. Ele conversou com o Torcedores.com e contou como iniciou sua jornada no fantasy game até se tornar um mestre no assunto e ganhar um blog no Globoesporte.com.

LEIA MAIS:
Saiba tudo sobre o Cartola FC 2017

“Comecei a jogar em 2009. Entrei no game após ver algumas propagandas na TV, então chamei uns amigos e criamos uma liga valendo cinco reais. Hoje essa mesma liga aumentou e custa 150 reais”, contou Thiago, que revelou como conseguiu ser campeão PRO em 2016.

“Minha principal dica é regularidade. Não fiz pontuações expressivas, acima de 100 pontos, mas também não fui muito mal. Minha média foi de 62 pontos. Focar nos jogadores caseiros, acompanhar o Brasileirão e principalmente entender do game são muito importantes”, disse. “As primeiras rodadas são essenciais para ganhar cartoletas, uma dica importante é focar em chegar a 150 cartoletas, depois fica mais fácil de escalar e da para focar em pontuação. Mas uma média boa para escalar sem fazer contas seria 180”.

Lembra do atacante Marinho, conhecido como “DiMarinho”, que atuou na temporada passada pelo Vitória e ajudou a livrar o clube do rebaixamento? Ele foi peça fundamental para ajudar Thiago a conquistar o posto de campeão do Cartola PRO.

“Acredito que não só o meu talismã como o de muitos. Mitou nas últimas seis ou sete rodadas se tornando o jogador que mais pontuou ano passado. E o que mais me causou problemas também foi o goleiro que mais escalei, Alex Muralha. Escalei cinco vezes ano passado e em duas ele fez a minha pontuação mais negativa com um jogador, -6,3 e -4”.

Foto: Reprodução/Blog Dicas do Campeão

Gremista, Thiago acredita que essa história de evitar ser clubista no Cartola é ‘balela’. “Nunca escalei jogadores contra meu time de coração e acabei sendo campeão ano passado. Porém, teu time tem que ajudar, se ele estiver em uma fase ruim, todos vão escalar contra ele e a chance de ir bem é grande. Se eu fosse dar uma dica, o ideal é não ser clubista, para poder escalar com racionalidade, mas nesse caso é o típico “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”, mas ser clubista não impede de ser campeão”.

E se você é um daqueles cartoleiros malucos que criam planilhas até para saber quantos passos cada jogador deu em campo, a dica do campeão é não se prender apenas em planilhas e analisar mais a competição. “E eu não utilizo essas planilhas, acredito que podem ajudar, mas nada como você mesmo analisar os jogos e os jogadores. Muitas informações não constam nessas planilhas, mas quanto mais informações melhor”.

Para Thiago, jogar Cartola FC é mais do que contar com a sorte. “Com certeza, competência. Análises, horas assistindo jogos, programas esportivos, noticiários, estudo do fantasy, escalações, entre outras ações que todo cartoleiro faz com o intuito de mitar. Em todos os jogos tem uma probabilidade de jogadores que podem ir bem e todo o estudo por trás das escalações não podem ser resumidas em sorte”.

Nesta temporada, ele aposta suas fichas em alguns times, mas com uma certa ressalta, lembrado que muitos deles ainda disputam a Libertadores e podem poupar jogadores no Brasileirão.

“Para essa temporada temos a novidade da Libertadores se estender até o final do ano. Dessa maneira, acredito que os times que forem eliminados da competição tem a tendência a focar no Campeonato Brasileiro, como aconteceu com o Palmeiras ano passado. Mas times que estão fora como São Paulo e Cruzeiro são indicados, assim como Palmeiras, Atlético MG e Flamengo que tem um elencos fortes.”

Questionado pela reportagem se mudaria alguma coisa no Cartola FC, Thiago não fugiu do desejo de muitos cartoleiros. “Acredito que o game está muito bom, não deixando a desejar em nenhum aspecto. Se fosse modificar algo, acredito que a inclusão do “Capitão” seria uma novidade muito legal, o qual neste caso a sua pontuação seria dobrada. Isso deixaria o game inclusive mais tático por parte de quem escala”.

Imagem: Reprodução

E depois de superar milhões de cartoleiros fanáticos e conquistar o Cartola PRO em 2016, Thigo Freitas ganhou um blog “para chamar de seu” no site do Globoesporte.com – o blog Dicas do Campeão

“Vou dar dicas de escalação todas as rodadas e táticas para mitar. Quem quiser pode acompanhar o blog pela fan page no Facebook, assim como nas redes sociais que estou tentando interagir com o pessoal: Instagram: thiagofreitas88 e Twitter: 88thiagofreitas“.