Botafogo perde na Justiça processo contra vídeo do Porta dos Fundos

Reprodução

O Botafogo sofreu uma derrota na Justiça no começo desta semana. O clube foi derrotado em uma ação movida na Justiça contra o canal do Youtube ‘Porta dos Fundos’ por ter feito uma esquete usando o clube e seu uniforme no ano de 2015. A informação é do Uol.

A decisão, oficialmente publicada pela Justiça na última segunda (8), faz com que o Alvinegro tenha que pagar R$ 120 mil aos advogados do canal, conforme o estipulado pelo Código de Processo Penal.

LEIA MAIS

SEGUNDO ESTUDO, BRASIL É O PAÍS QUE TEM MAIS JOGADORES NO EXTERIOR

COPA AMÉRICA 2019 DEVE TER EUA, MÉXICO, CHINA, JAPÃO, ESPANHA E PORTUGAL

MARCELO REVELA DESEJO DE JOGAR POR DOIS GIGANTES DO RIO DE JANEIRO

JOSÉ ALDO EVITA POLÊMICA COM DECLARAÇÕES DE ANDERSON SILVA

Em 2015, o Botafogo processou o Porta dos Fundos pelo uso da camisa do clube numa esquete batizada de ‘Patrocínio’. O vídeo ironizava o alto número de marcas na camisa do Glorioso em jogos do Campeonato Carioca daquele ano.  A esquete usa uma partida contra o Flamengo para satirizar a presença de diversos patrocinadores no uniforme do clube.

O clube pedia indenização pelos prejuízos com o uso da marca pelo grupo, que estava estimado em R$ 1,2 milhão. A Justiça, no entanto, considerou que o Porta não deveria pedir autorização ao clube para usar sua marca e camisa no vídeo, já que o vídeo se trata de uma peça humorística

O Botafogo ainda estuda se recorrerá ou não da sentença no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ). O Flamengo também chegou a ser acionado pela Justiça pelo Botafogo, pelo Alvinegro entender que o vídeo também era uma ação para promover os novos uniformes do Rubro-Negro na época.

(Crédito da foto: Reprodução)