Bisping cita Jesus Cristo ao falar de McGregor. Entenda!

Reprodução/UFC

Principal astro do UFC e do MMA, Conor McGregor ganhou destaque em todos os sentidos, e também diversos privilégios dentro da organização. O campeão dos médios do Ultimate, Michael Bisping, até mesmo chega a fazer uma comparação um tanto arriscada ao falar do poderio do irlandês dentro da entidade.

Em seu podcast ‘Believe You Me’, o inglês disparou contra o que acredita ser uma série de privilégios dados ao ‘Notorious’ durante sua ascensão dentro do UFC, chegando a colocar o irlandês no mesmo patamar de Jesus Cristo. De forma muito irônica, claro.

LEIA MAIS

ANDERSON SILVA REVELA QUE UFC PROMETEU LUTA CONTRA GSP EM RENOVAÇÃO DE CONTRATO

WANDERLEI SILVA: ‘SE O SONNEN VIER FALAR BESTEIRA, METO A MÃO NA CARA DELE

“O Conor pode fazer qualquer coisa, certa ou errada. Ele é Jesus Cristo reencarnado. Pode andar sobre as águas, fazer o que ele quiser. Abandonar o UFC e marcar uma luta de boxe e mesmo assim, ele ainda vai ser sempre o melhor. Ele trava duas divisões inteiras enquanto ele quer fazer isso”, afirmou Bisping.

“Já eu, meu Deus, tudo o que tentei fazer é ter um grande pagamento. E, por isso, sou a escória da terra. Sou o diabo. Os sete primeiros colocados do ranking me chamaram para lutar. Vamos ser honestos, todos são muito duros e, qualquer um que eu escolher, os outros seis vão reclamar. Portanto,  você não pode vencer. Vou lutar contra Georges St-Pierre, então lidem com isso”, completou.

As declarações servem como resposta às críticas sofridas pelo inglês por preferir lutar contra Georges St-Pierre em um combate que pode lhe render um ganho financeiro alto do que enfrentar os principais desafiantes da categoria dos médios. Casos de gente como Yoel Romero, Ronaldo Jacaré, Luke Rockhold e Gegard Mousasi.