Argel Fucks é demitido do Vitória após confusão no clássico

Vitória/Divulgação

A confusão do último jogo entre Bahia e Vitória continua rendendo alguns desdobramentos. Nesta segunda-feira, após reunião no gabinete do presidente do rubro-negro, ficou decidido a demissão do técnico Argel Fucks, um dos  pivôs da confusão generalizada que aconteceu no clássico.

O desentendimento na partida que aconteceu na Arena Fonte Nova começou depois que o até então técnico do Vitória se desentendeu com o volante Edson, do Tricolor. No momento, a polícia militar teve que entrar em ação para que a confusão não fosse ainda maior.

LEIA MAIS:
23 ANOS DA MORTE DE AYRTON SENNA: CONFIRA 10 MOMENTOS INESQUECÍVEIS DO TRICAMPEÃO

Na coletiva de imprensa, de cabeça quente, Argel ainda alfinetou o jogador adversário, dizendo que a confusão poderia ter mais um capítulo, desta vez, pela final do Campeonato Baiano, que acontece na próxima quarta e domingo.

Argel Fucks chegou ao comando do Vitória no segundo semestre da temporada 2016 para substituir o técnico Vagner Mancini, que atualmente comanda a Chapecoense. O ex-jogador e hoje treinador nunca foi unanimidade no Rubro-Negro e teve seu vínculo encerrado depois da confusão de ontem.

Desde que chegou ao Vitória, Argel indicou reforços como Alan Costa, Geferson e Fabinho, todos do Internacional, clube que o treinador também dirigiu.

Em 42 confrontos á frente do Rubro-Negro, o treinador soma 27 vitórias, cinco empates de dez derrotas, chegando ao aproveitamento de 68%.



Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.