Anderson Silva revela que UFC prometeu luta contra GSP em renovação de contrato

Anderson Silva durante entrevista coletiva do UFC 212, realizada em abril no Rio de Janeiro (Foto: Divulgação/UFC)

Irritado com a falta de adversário no UFC 212, Anderson Silva soltou o verbo contra a organização. O brasileiro criticou a luta de Georges St-Pierre contra Michael Bisping valendo o cinturão dos médios e revelou que, em sua última renovação de contrato, o UFC lhe prometeu uma superluta contra o canadense.

LEIA MAIS
Jéssica Andrade já tem receita para vencer Joanna e conquistar o cinturão no UFC
Palmeirense Chael Sonnen queria ajudar Felipe Melo em briga: “Não é bom lutador”
“Não me surpreenderia se o McGregor vencesse o Mayweather”, diz Minotauro

“Quando eu assinei meu último contrato com o UFC Dana White e Lorenzo (Fertitta) disseram: ‘ok, quando Georges Saint Pierre voltar, vocês farão uma superluta’. GSP voltou a lutar e vai está voltando em uma luta pelo cinturão. Isso é terrível! Não faz sentido. Eu sei que isso é questão negócios, mas eu estou trabalhando duro há muito tempo”, revelou o ex-campeão do UFC em entrevista ao podcast The MMA Hour.

GSP não luta desde novembro de 2013, quando anunciou seu afastamento do octógono após vencer Johnny Hendricks por decisão dividida e defendeu o cinturão dos meio-médios pela nona vez consecutiva. Em março deste ano, o UFC divulgou que St-Pierre será o próximo desafiante ao cinturão dos médios. Para Anderson Silva, a volta do canadense depois de mais de três anos de inatividade brigando direto pelo título de uma categoria na qual ele nunca lutou, além de estar travando a categoria, é um desrespeito com os outros lutadores.

“Na minha opiniçao, foi um desrespeito com todos os atletas da categoria. Isso não faz sentido. Isso afeta o legado de todos os atletas dessa categoria. O que aconteceu com Jacaré? Ele ganhou muitas lutas e nunca o colocaram para lutar pelo cinturão. Agora, Jacaré perdeu e nunca mais vai se falar nele para lutar pelo cinturão. O mesmo com Yoel Romero. O que vai acontecer comigo? Eu estou aqui há muito tempo. Eu fui o campeão por anos e nada acontece. Não acredito em nada que o Dana fala. Estou muito desapontado e cansado”, desabafou o brasileiro.

O Spider também aproveitou para lembrar sua polêmica luta contra o atual campeão da categoria, em fevereiro de 2016, vencida por Bisping na decisão dos juízes. Na ocasião, Anderson acertou uma joelhada que derrubou o inglês no final do terceiro round. O brasileiro, acreditando ter nocauteado o adversário, comemorou, mas foi avisado que o árbitro interrompeu a luta porque o round havia terminado. O ex-campeão pediu um novo duelo contra Bisping.

“Eu venci a luta em Londres contra o Bisping. Por que eles não me colocaram para lutar contra o Bisping? Eu não estou nem aí para o cinturão. Eu venci a luta. Georges não está preparado para lutar contra ele. Que p… está acontecendo?”, disse o brasileiro.