Análise: O que o Corinthians precisa mudar para o Brasileirão?

Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Considerado por parte da mídia esportiva como a quarta força entre os grandes paulistas, o Corinthians deu a resposta dentro de campo e conseguiu o título do Paulistão, terminando a competição sem perder para os rivais Palmeiras, Santos e São Paulo.

A ótima campanha no Estadual foi digna da tradição corintiana. A equipe não brilhou tecnicamente como em outras conquistas, mas mostrou a força do conjunto. Os jogadores tiveram muito comprometimento tático e não mediram esforços para dar alegria à torcida, sobretudo no mata-mata.

VEJA MAIS:
Corinthians campeão paulista: relembre 4 jogos vitais para o título 
Corinthians aumenta vantagem para rivais em títulos no Paulistão 

O técnico Fábio Carille teve grande parte dos méritos no título. Transformou um time limitado tecnicamente em altamente competitivo. Recuperou a moral de um grupo arrasado após decepções nos comandos de Cristóvão Borges e Oswaldo de Oliveira.

A partir do próximo sábado (13), o Corinthians inicia um novo desafio: a disputa do Brasileirão. A estreia será contra a Chapecoense, em Itaquera.

Para brigar pelo título, o Corinthians necessitará de reforços. O elenco atual é insuficiente para a longa competição de 38 rodadas. Não há um reserva que convence para a lateral-direita. Como os meias Guilherme e Marlone foram emprestados nos últimos meses, há a necessidade de trazer pelo menos um reforço para a posição. O grupo ainda carece de um atacante de velocidade. O reserva Clayton ainda não mostrou a que veio. O ideal seria buscar um atleta mais experiente. Seria importante também a chegada de um centroavante para fazer sombra a Jô.

A diretoria alvinegra tem a obrigação em se esforçar para manter os jogadores e não desmanchar o elenco como nas duas últimas temporadas. O lateral-esquerdo Guilherme Arana, maior garçom do time no Paulistão, é um dos atletas que deve ser fortemente assediado pelos europeus na abertura da janela de transferências no meio do ano.

O Corinthians deve viabilizar o mais rápido possível a compra dos direitos econômicos do zagueiro Pablo e assim tê-lo definitivamente. O contrato de empréstimo do atleta pertencente ao Bordeaux-FRA termina em dezembro. O beque rapidamente se firmou entre os titulares e formou dupla de respeito com Balbuena.

No atual momento, o Timão tem mais condições em brilhar em competições mata-mata do que em pontos corridos, como é o caso do Brasileirão.



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)