Viñales sobra no primeiro treino da MotoGP no COTA

Foto: Getty Images

Maverick Viñales foi o piloto mais rápido do primeiro treino livre para a disputa do Grande Prêmio das Américas, terceira etapa da temporada 2017 da MotoGP. Na atividade realizada no final da manhã desta sexta-feira (21) no Circuito das Américas, em Austin, o líder do campeonato foi o único piloto a quebrar a barreira de 2min05s, percorrendo a pista americana em 2min04s923 com sua Yamaha.

A segunda colocação na folha de tempos ficou com Marc Márquez, atual campeão mundial e piloto da Honda, que ficou a 0s577 do tempo obtido por Viñales. Andrea Dovizioso apareceu na parte final da atividade e colocou a Ducati na terceira posição. Johann Zarco apareceu em quarto com a Yamaha da Tech3, seguido por Álvaro Bautista, da Aspar Ducati.

Jorge Lorenzo, com a Ducati da equipe oficial, acabou em sexto, logo à frente de Dani Pedrosa, companheiro de Márquez. Valentino Rossi, da Yamaha, acabou com a oitava colocação, seguido por Aleix Espargaró, piloto da Aprilia. O grupo dos dez mais rápidos da primeira atividade ainda contou com Danilo Petrucci, com outra Ducati.

A partir das 16h05, pelo horário de Brasília, acontece o segundo treino livre para a disputa do GP das Américas de MotoGP. A corrida está marcada para o domingo (23), a partir das 16h.

Confira como foi o primeiro treino

Tão logo a atividade foi aberta, diversos pilotos partiram à pista do Circuito das Américas. O primeiro a registrar uma volta rápida foi Loriz Baz, que marcou 2min08s915. Líder do campeonato, Maverick Viñales rapidamente tomou a liderança da classificação ao percorrer o traçado localizado em Austin em 2min08s654 com sua Yamaha.

Baz voltou a ponta da tabela de tempos, mas logo foi superado por Dani Pedrosa, que marcou 2min06s586. Após trocar melhores voltas com Viñales, o espanhol viu Marc Márquez, seu companheiro na Honda, cravar 2min05s535, tomando a primeira colocação. Pouco depois, Cal Crutchlow, um dos pilotos mais rápidos da atividade, sofreu uma queda na curva 6.

Outro destaque da atividade, Johann Zarco avançou para o terceiro lugar quando restavam 25 minutos para o final da atividade. Um pouco depois, Crutchlow voltou à pista para dar sequência ao seu dia de treinos. Com 15 minutos para o encerramento do ensaio, Viñales voltou a colocar a Yamaha na frente, agora com uma marca de 2min05s462.

O líder do campeonato seguiu melhorando seu tempo, e foi o primeiro a quebrar a barreira de 2min05s ao registrar 2min04s923, em um giro que rendeu três das quatro melhores parciais do treino ao espanhol. Scott Redding, que chegou a liderar a atividade nos momentos iniciais, avançou ao nono lugar quando o relógio apontava 11 minutos para o término do treino.

Na parte final da primeira sessão do dia, Márquez conseguiu se aproximar do tempo de Viñales, mas ainda assim apareceu meio segundo distante do rival da Yamaha. Atrás dos dois, muitos pilotos melhoraram seus tempos, com destaque para Andrea Dovizioso, que avançou para o terceiro lugar, mas sem ameaçar o líder do campeonato, que acabou como mais rápido.

Foto: Getty Images



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.