“Foi uma tarde infeliz”, afirma Gilson Kleina sobre derrota da Ponte para o Corinthians

São Paulo x Ponte Preta
Crédito da foto: Divulgação/Ponte Preta

A Ponte Preta encarou o Corinthians nesta tarde de domingo em Campinas, na primeira partida da final do Campeonato Paulista de 2017, e infelizmente, o resultado não foi o que o torcedor ponte pretano esperava: o time foi derrotado no Moisés Lucarelli por 3 a 0. Na coletiva, o técnico da Macaca, Gilson Kleina, afirmou que o time teve uma tarde infeliz.

LEIA MAIS:
PONTE PRETA X CORINTHIANS: CONFIRA OS MELHORES MOMENTOS DA FINAL

O primeiro confronto entre Ponte Preta e Corinthians pela final do Campeonato Paulista de 2017 não foi do jeito que o torcedor ponte pretano e os jogadores da Macaca esperavam: a equipe de Campinas foi derrotada por 3 a 0, e viu a chance de finalmente conquistar o estadual, diminuir bastante. Para o técnico Gilson Kleina, o Timão soube explorar as falhas de sua equipe, que teve uma tarde infeliz:

– Eles aproveitaram nossas falhas, mudamos a forma de jogar, tentamos ser incisivos, tínhamos o duelo, mas faltava presença de área. Erramos muitos passes, principalmente numa coisa que é forte nossa, que é a transição. Temos de jogar a próxima partida pela dignidade, vamos trabalhar e corrigir para ser digno pro segundo jogo – afirmou o técnico ponte pretano em coletiva após o jogo.

Para o técnico Gilson Kleina, o time da ponte manteve a mesma postura de jogos anteriores, e o que foi determinante na vitória corintiana, foi que o time da capital paulista soube aproveitar as falhas do time de Campinas: “Hoje nós tivemos a mesma postura dos jogos contra Santos e Palmeiras, não mudamos praticamente nada. Foi aquilo que falei, a primeira e segunda bola que estávamos seguros, falhamos, sabíamos que a primeira bola do lateral no Jô era forte, tínhamos de propor o jogo e estar seguros, e não fizemos. Agora,  teremos de manter a intensidade, temos o segundo jogo e não podemos abaixar a cabeça”.

Sobre a saída do lateral Reynaldo no intervalo da partida para a entrada do Artur, o técnico da Ponte Preta explicou: “futebol é coerência, o Reynaldo saiu por ter levado cartão e tem direito de retornar no próximo jogo. As vitórias que tivemos foi com o Reynaldo, e hoje não tivemos uma tarde boa, a equipe adversária soube aproveitar as chances que tiveram”. Sobre a próxima partida, o técnico ponte pretano afirmou: “vamos trabalhar para corrigir algumas coisas, foi uma tarde infeliz nossa, temos de dar moral, se reerguer”.

A segunda partida da final do Campeonato Paulista 2017 será disputado no próximo domingo na Arena Corinthians. O Timão poderá perder por até dois gols de diferença, que ainda assim, será o campeão estadual. Se a Ponte Preta vencer por três gols de diferença, a disputa irá para os pênaltis. Apenas uma vitória por quatro ou mais gols de diferença, dará o título para a Macaca.