Rodriguinho se emociona com jogo diante da Ponte: “Um dos jogos mais especiais que já fiz”

Rodriguinho
Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

Rodriguinho teve uma tarde de gala no Moisés Lucarelli. O jogador do Corinthians anotou dois gols e deu uma assistência e ao fim da partida se emocionou com o jogo que fez, onde destacou que foi um dos melhores jogos que já fez com a camisa do Timão.

“Jogar a final em casa seria especial para mim. Lutei para estar no Corinthians, vivendo um momento como esse. Coloquei a cabeça no lugar e, já que não vou jogar a final, quis fazer o máximo no segundo tempo. Fui abençoado, com dois gols e uma assistência. Um dos jogos mais especiais que já fiz pelo Corinthians”, disse o camisa 26.

O meia ainda falou sobre o que tinha sido combinado internamente no Corinthians, onde ressaltou que a ideia não era ‘matar’ o jogo no primeiro duelo.

“Não tinha instrução para matar o jogo aqui, sabíamos que a ponte viria e abriria espaço, quando a chance aparecesse tínhamos de matar e levar vantagem para Itaquera, levamos boa vantagem para lá”, explicou.

Rodriguinho é um dos desfalques, ao lado do Gabriel, que não jogarão a decisão na Arena Corinthians. O meia lamentou a situação e disse que Raphael Claus poderia ter relevado sua jogada.

“Tô muito feliz com o momento, jogo especial, mas naquele momento do amarelo, viver uma final em casa com estádio lotado seria importantíssimo, achei que ele (juiz) poderia ter relevado, mas coloquei a cabeça no lugar e pensei que tinha de fazer algo diferente”, disse.

“A gente conseguiu uma vitória super importante é muito difícil jogar aqui, encaminhamos o título”, finalizou.



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.