Opinião: Renato Chaves virou o “xará Gaúcho” do Fla-Flu de 22 anos depois

Gilvan de Souza/Flamengo

Fazia 22 anos que Flamengo e Fluminense não decidiam o Campeonato Carioca. A última vez, antes do jogo deste domingo, no Maracanã, que os dois tinham rivalizado numa decisão estadual havia sido em 1995, quando Renato Gaúcho levou o Tricolor das Laranjeiras ao troféu após seu famoso gol de barriga. Se aquele duelo ficou marcado para a história, a decisão de 2017 já tem seu protagonista – bom para o Rubro-Negro, péssimo e traumático para o Flu.

LEIA TAMBÉM:
Fluminense 0x1 Flamengo: assista ao gol de Everton na final do Carioca
Tite vê Fla-Flu no Maracanã e ouve pedido inusitado: “chama o Pará”

Quando o jogo estava 0 a 0, Pará dividiu a bola com Henrique Dourado e a pelota foi dirigida para a zaga do Fluminense. Renato Chaves estava sozinho, mas furou de forma bisonha e Everton tomou a frente para bater na saída de Diego Cavalieri. Gol do Flamengo, que saiu de campo com o 1 a 0 e uma boa vantagem para o segundo jogo, no fim de semana que vem.

Foto: Divulgação/ Fluminense F.C

Já Renato Chaves…

Após o gol, o zagueiro do Fluminense mostrou desespero com o que havia protagonizado e depois disso o time tricolor continuou inferior ao rival. Mesmo que tenha tido boas atuações ao longo do Campeonato Carioca – e também na temporada -, o camisa 4 certamente ficará marcado pelo grande vilão do Fla-Flu de 2017. Isso mesmo que o Tricolor venha a reverter a desvantagem.

Veja só a falha de Renato Chaves em sequência de fotos:



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.